Mercado imobiliário

Morumbi: conheça um bairro nobre de origem rural

Uma das regiões mais procuradas de São Paulo, Morumbi oferece tranquilidade e facilidade de acesso a pontos estratégicos da capital 

Ponte Estaiada do Morumbi -Ponte Octávio Frias de Oliveira - São Paulo - Predios = Imoveis - Mpradia - Rio Pinheiros

Foto: Leandro Fonseca
data: 13/04/2023 (Leandro Fonseca/Exame)

Ponte Estaiada do Morumbi -Ponte Octávio Frias de Oliveira - São Paulo - Predios = Imoveis - Mpradia - Rio Pinheiros Foto: Leandro Fonseca data: 13/04/2023 (Leandro Fonseca/Exame)

Patrícia Basilio
Patrícia Basilio

Redatora freelancer

Publicado em 10 de maio de 2024 às 16h14.

Tudo sobreGuia do Mercado Imobiliário
Saiba mais

O Morumbi é um dos bairros mais procurados de São Paulo por sua tranquilidade e fácil acesso ao transporte público e às principais vias de acesso à cidade.

Localizado na Zona Oeste de São Paulo, o Morumbi é uma região familiar, com muitas casas, prédios modernos e ruas arborizadas. 

Onde fica o Morumbi?

O Morumbi é frequentemente considerado parte da Zona Sul de São Paulo, apesar de algumas fontes mencionarem como Zona Oeste. Oficialmente, faz parte da região sudoeste da cidade.

Com mais de 30 mil habitantes, a região tem uma área de 11,4 km² e está próximo ao Aeroporto de Congonhas e às Avenidas Giovanni Gronchi, Morumbi, Engenheiro Luís Carlos Berrini e Jorge João Saad.  

Quanto custa morar em Morumbi?

O Morumbi é considerado um bairro nobre e tem um custo de moradia acima da média em São Paulo.

O valor médio para alugar, segundo o Quinto Andar, é de R$ 5 mil. Os preços nesta região variam entre R$ 800 e R$ 21.880.

Já o preço médio para compra de um imóvel no Morumbi é de R$ 2 milhões, mas os valores variam de R$ 200 mil a R$ 12 milhões. 

Como é o transporte em Morumbi?

O bairro está próximo a vários pontos estratégicos da capital paulista, como a Marginal Pinheiros e a Ponte Estaiada. Também está a 10 km do Aeroporto de Congonhas. 

Para quem utiliza o transporte público, a região é interligada pelo sistema de ônibus municipal e intermunicipal e conta com estações da Linha Esmeralda de trem e metrô.

Como é a segurança em Morumbi?

O Morumbi tem segurança média.  Embora a região reforce o policiamento por abrigar o Palácio do Governo, a proximidade com Paraisópolis, segunda maior favela de São Paulo, eleva o índice de violência na região.

Qual a história de Morumbi?

A história do Morumbi tem início no século XIX, quando o inglês John Rudge comprou cerca de 700 alqueires de terra. Hoje, o espaço abriga uma casa de cultura.

Predominantemente rural, a região só se tornou área residencial a partir de 1948, com a expansão e o crescimento da capital paulista. Até então, o Morumbi era constituído por loteamento de chácaras e pequenas fazendas.

O desenvolvimento do bairro foi marcado por dois fatos importantes: a construção do Estádio Cícero Pompeu de Toledo, do São Paulo Futebol Clube, em 1952, e a transferência da sede do Governo do Estado de São Paulo para a Avenida Morumbi, em 1964.

Com o crescimento da região, começou a ganhar corpo também a comunidade de Paraisópolis, que hoje tem uma população estimada de 42,8 mil habitantes. A ocupação é resultado da divisão da antiga Fazenda Morumbi em 2.200 lotes. 

Acompanhe tudo sobre:Imóveisaluguel-de-imoveisGuia do Mercado Imobiliário

Mais de Mercado imobiliário

Como funciona a partilha de um imóvel?

Quando a casa é de herança, o cônjuge tem direito?

Preços de imóveis sobem além do valor real em junho; entenda o porquê

Como é morar na Vila Guilherme? Conheça a história do bairro

Mais na Exame