Análise: criptos digerem colapso da LUNA, mas tendência ainda é de queda

Apesar da onda de impactos da queda de mais de 99,9% da criptomoeda LUNA terem aparentemente chegado ao fim, o bitcoin ainda pode ter quedas no curto prazo
O bitcoin é cotado a US$ 30 mil no momento (Francesco Carta Fotografo/Getty Images)
O bitcoin é cotado a US$ 30 mil no momento (Francesco Carta Fotografo/Getty Images)
Por Lucas CostaPublicado em 19/05/2022 17:21 | Última atualização em 19/05/2022 17:21Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O bitcoin tem movimento lateral essa semana, enquanto o mercado aguarda novidades nos aspectos macro. A semana foi intensa nos mercados globais e de aumento do sentimento de aversão ao risco, com o S&P500 caindo 2,75% e Nasdaq caindo 3,53%. O principal criptoativo acumula 3,50% nesta semana.

O gráfico diário tem uma tendência de baixa no curto prazo, mas que perde força nos últimos dias. O movimento de referência continua aquele com topo em US$48.240 e fundo em US$32.840, que pode ser usado para traçar as expansões de Fibonacci (objetivos de preço baseados nas proporções de Fibonacci).

(Mynt/Divulgação)

O movimento foi escolhido pela perda do fundo ter acelerado o movimento de queda, com possível acionamento de stops das posições compradoras.

O cenário de queda pode ter uma desaceleração, dado que o preço se manteve estável perto dos US$30.000. As próximas resistências são US$32.840 (fundo anterior perdido) e US$36.500 (76,4%). A continuidade do movimento de queda tem objetivos de preço em US$26.460 e US$23.320

Fonte: https://br.tradingview.com/ (Lucas Costa/Divulgação)

Os impactos do colapso da rede Terra parece que já estão sendo bem digeridos pelo mercado todo, com aumento da percepção da resiliência do bitcoin dentro do sistema.

O problema é que o cenário dos mercados com um todo permanece de queda, prejudicando os ativos que são impactados por um aumento de taxa de juros e aumento da percepção de risco global. A tendência de longo prazo do bitcoin ainda é de alta, mas a grande volatilidade pode assustar os investidores de curto prazo.

*Lucas Costa é mestre em administração e economista pela Universidade Federal de Juiz de Fora, atuou como pesquisador acadêmico e professor nas temáticas de blockchain, criptomoedas e comportamento de consumo, sendo um dos fundadores do grupo de pesquisa Blockchain UFJF. Foi operador de câmbio em mesa proprietária com foco em análise técnica, e trader pessoa física em mercado futuro. Atualmente, é analista técnico CNPI do BTG Pactual digital, e apresenta a sala ao vivo de análises de maior audiência do Brasil.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok