ESG

Apoio:

logo_suvinil_500x252
Logo TIM__313x500
logo_unipar_500x313
logo_espro_500x313
logo_engie_500X252

Parceiro institucional:

logo_pacto-global_100x50

Para Microsoft e Salesforce, a diversidade é uma vantagem competitiva

Novo relatório da Exame Research ESG mostra como as duas empresas de tecnologia geram resultados significativos a partir da inclusão

Microsoft e Salesforce buscam entender os desafios para atrair e reter determinados grupos, e trabalhar para remover esses obstáculos (Prostock-Studio/Getty Images)

Microsoft e Salesforce buscam entender os desafios para atrair e reter determinados grupos, e trabalhar para remover esses obstáculos (Prostock-Studio/Getty Images)

RC

Rodrigo Caetano

Publicado em 26 de novembro de 2020 às 15h12.

Última atualização em 26 de novembro de 2020 às 17h40.

Para a Microsoft e a Salesforce, promover a diversidade não é apenas o certo a fazer, é também bom para os negócios. Em uma indústria onde a inovação é tão importante, essas empresas entendem que um ambiente diverso é mais criativo, e a criatividade gera inovação. Ao entender que diversidade é uma vantagem competitiva, essas empresas levam essa questão a outro patamar.

A equipe do Exame Research ESG elaborou um relatório mostramos alguns pontos em comum entre as duas empresas, os quais ajudam a enxergar as ações que podem gerar resultados significativos e importantes na pauta de diversidade e inclusão.

Alguns pontos em comum nas duas empresas são: muitos dados disponíveis sobre diversidade e um relatório público específico sobre o tema, metas de diversidade são usadas na definição das metas dos executivos e uma pessoa sênior é 100% dedicada a diversidade, com apoio do CEO.

Além disso, nenhuma dessas empresas trata a diversidade como cota. Elas buscam entender os desafios para atrair e reter determinados grupos, e trabalhar para remover esses obstáculos. As duas empresas enxergam a diversidade como um trabalho sem fim e, apesar do progresso alcançado, reconhecem que ainda tem muito a ser feito. 

Confira aqui o relatório completo.

Assine a newsletter Exame.ESG e descubra como a sustentabilidade empresarial impacta diretamente a performance de seus investimentos 

Acompanhe tudo sobre:DiversidadeExame ResearchMicrosoftSalesforce

Mais de ESG

Bromélia da Amazônia pode ser alternativa ao plástico do petróleo

Bruno Gagliasso é novo sócio da startup Mara, de alimentação a preço acessível

Redes de pesca, roupas e pneus: expedição quer identificar os microplásticos presentes nos oceanos

Trauma climático, capital e investimento privado

Mais na Exame