Petrobras reduz em 10% preço do gás de cozinha após importação adicional

A Petrobras reduziu para 21,85 reais o preço médio do botijão de 13 kg do gás de cozinha. A redução é de cerca de 21% no acumulado do ano

A Petrobras afirmou nesta segunda-feira que contratou importação adicional de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), em momento em que consumidores em alguns pontos do país realizaram uma corrida às compras do chamado gás de cozinha, em meio a preocupações com a oferta devido a medidas de controle do coronavírus.

A Petrobras anunciou a importação de três navios carregados com GLP, cada um com capacidade de 20 milhões de quilos, para reforçar o abastecimento do país, segundo nota da companhia.

O primeiro navio está programado para chegar nesta segunda-feira, enquanto os outros dois em 6 e 10 de abril.

A petroleira destacou, dessa forma, que “não há qualquer necessidade de estocar GLP neste momento, pois não haverá falta de produto para abastecer a população”.

Em paralelo, a empresa reduziu em 10%, para 21,85 reais, o preço médio do botijão de 13 kg de GLP, utilizado em residências. No acumulado do ano, a redução é de cerca de 21%.

“A Petrobras conta com as distribuidoras e revendedores para que essas reduções do preço do botijão de gás cheguem até o consumidor final”, disse a empresa em nota.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus:

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.