Último adeus de um viajante espacial: Sonda InSight será desativada em Marte

Com os dias contados, o equipamento que ajudou a entender melhor o comportamento geológico do planeta vermelho será inativado pela NASA até o final de dezembro
Sonda InSight, em Marte: acumulo extremo de poeira marciana impossibilitou aa longevidade do projeto (NASA/JPL-Caltech/Reprodução)
Sonda InSight, em Marte: acumulo extremo de poeira marciana impossibilitou aa longevidade do projeto (NASA/JPL-Caltech/Reprodução)
A
André LopesPublicado em 31/05/2022 às 09:00.

Seja na Terra ou em Marte, a ação do tempo é sempre implacável. A sonda InSight da Nasa que diga. Na semana passada, ela enviou sua última selfie do planeta vermelho, tirada no dia 24 de abril. Na imagem, é possível ver o equipamento coberto por poeira, o que o está impossibilitando sua operação, já que seus painéis solares estão quase que completamente tapados.

Desde 2018, a InSight se dedicou a geologia do planeta vizinho, registrando cerca de 1.300 terremotos e investigando questões sobre o interior de Marte. Mas agora a sonda está em seu derradeiro momento, e deve ser inativada pela NASA até o final de dezembro.

A aposentadoria já havia sido anunciado pela agência espacial no início do mês. Na época, a NASA mostrou os painéis solares empoeirados a partir de outro ângulo, e confirmou que o módulo estava operando abaixo de um décimo de sua potência disponível de 5.000 watts-hora por dia marciano.

Diferente dos rovers Spirit e Opportunity, a InSight não tem motores ou escovas para desobstruir seus equipamentos. Os pesquisadores tentaram usar os próprios braços robóticos da InSight para limpar uma parte da sonda, mas não adiantou. A foto enviada em abril é o último adeus da exploradora sonda InSight.