Moderna fecha contrato para distribuição de vacina contra covid no Brasil

Imunizante de farmacêutica americana já foi administrado mais de 140 milhões de vezes em aproximadamente 70 países; grupo farmacêutico Adium irá conduzir operação na América Latina
Moderna: vacina já foi administrada em mais de 70 países (AFP/HAZEM BADER/AFP)
Moderna: vacina já foi administrada em mais de 70 países (AFP/HAZEM BADER/AFP)
Por Laura PanciniPublicado em 23/02/2022 11:37 | Última atualização em 23/02/2022 12:07Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O grupo farmacêutico Adium fechou acordo para a distribuição e comercialização da Spikevax, a vacina contra covid desenvolvida pela farmacêutica americana Moderna, em 18 países da América Latina.

No Brasil, a operação será conduzida pela Zodiac Produtos Farmacêuticos, subsidiária do grupo Adium no país.

A empresa irá colaborar com a Moderna na gestão dos contratos de fornecimento da vacina, bem como nos processos de registros nas agências reguladoras, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que ainda não aprovou o imunizante no país.

“Este acordo com a Moderna permitirá que os brasileiros tenham acesso a uma vacina de alta tecnologia para a covid-19, e estamos felizes com esta parceria”, disse Alexandre Seraphim, gerente-geral da Zodiac Produtos Farmacêuticos no Brasil.

A vacina da Moderna utiliza a tecnologia de RNA mensageiro (mRNA) para fornecer um plano para suas células construírem a defesa do corpo contra o SARS CoV 2. Ela não contém o vírus, e sim o padrão que ajuda a combatê-lo.

De acordo com dados do Our World in Data, mais de 140 milhões de doses da Moderna já foram administradas pelo mundo. Mais de 70 países já aprovaram a vacina da Moderna, incluindo Canadá, Japão, União Europeia, Reino Unido e Israel.