Estudo reforça que medicamento com anticorpos protege contra Covid-19

Remédio da Regeneron reduziu em 81% risco da doença se manifestar

O medicamento baseado em anticorpos desenvolvido pela farmacêutica americana Regeneron reduziu em 81% o risco de desenvolver Covid-19 sintomática, segundo um estudo de fase 3, que comparou as pessoas que tomaram o medicamento com um grupo que tomou placebo, e que vivem com alguém que esteve infectado pelo coronavírus.

A Regeneron afirmou nesta segunda-feira (12) que irá pedir à agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) que possa expandir a autorização do uso do medicamento entre as pessoas expostas ao vírus que ainda não foram vacinadas, o que poderia fornecer uma proteção temporária enquanto as pessoas aguardam as vacinas.

As descobertas são as evidências mais recentes de que esses medicamentos feitos em laboratório não apenas previnem, mas também ajudam a evitar que as pessoas adoeçam. No entanto, medicamentos desse nível não serão necessários em grande escala: as vacinas são suficientes para a grande maioria das pessoas e estão cada vez mais disponíveis.

Ainda assim, drogas de anticorpos como o Regeneron podem dar aos médicos uma nova maneira de proteger pessoas dos grupos de risco, que não foram inoculadas ou que podem não responder bem à vacinação, como aquelas que tomam remédios que enfraquecem seu sistema imunológico.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.