Bar, academia ou igreja? Os locais com maior risco de contrair covid-19

Orientação da Associação Médica do Texas também aponta as atividades mais arriscadas. Abrir cartas e encomendas e pedir delivery não é uma delas

Uma orientação da Associação Médica do Texas, nos Estados Unidos, pode dar uma luz aos locais e atividades nas quais as pessoas correm mais riscos de contrair o novo coronavírus em tempos de reabertura total ou parcial dos comércios nos estados brasileiros e no mundo.

Além de shows lotados (um local até óbvio de contágio pela covid-19), bares, cultos religiosos com mais de 500 pessoas e academias também representam um alto risco para as pessoas. Ir ao shopping, por exemplo, é uma atividade que tem um risco médio de contágio. Já outras tarefas do dia a dia, como receber encomendas, fazer caminhadas ou corridas e abastecer o tanque do carro apresentam riscos menores.

Uma beata sul-coreana, por exemplo, foi à igreja, como de costume, tendo sintomas leves que achou se tratar de uma gripe comum. Quando chegou lá, todos os fiéis tiraram as máscaras de proteção para rezar. Ela estava infectada com a covid-19. E pode ter espalhado a doença para, pelo menos, 43 pessoas. Menos do que as 500 pessoas citadas na lista, mas ainda assim um quadro preocupante. 

Até o momento nenhum tratamento ou vacina para a covid-19 foi encontrado ou aprovado pelas agências reguladoras.

Confira a lista completa de lugares e atividades mais arriscados:

 (Arte/Exame)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também