Asteroide maior que a Torre Eiffel passará perto da Terra

Com 324 metros de altura, o objeto se aproxima do planeta a uma velocidade acima de 64 mil quilômetros por hora
A Nasa rastreia atualmente cerca de 26 mil asteroides próximos à Terra – cerca de mil deles com diâmetros maiores do que um quilômetro (Science Photo Library - ANDRZEJ WOJCICKI/Getty Images)
A Nasa rastreia atualmente cerca de 26 mil asteroides próximos à Terra – cerca de mil deles com diâmetros maiores do que um quilômetro (Science Photo Library - ANDRZEJ WOJCICKI/Getty Images)
D
Da redação

Publicado em 31/05/2021 às 16:15.

Última atualização em 31/05/2021 às 16:30.

Uma rocha formada nos primórdios do Sistema Solar, de 330 metros de diâmetro — maior que a Torre Eiffel, em Paris, que tem 324 metros de altura — deverá se aproximar da Terra a uma velocidade de 64.800 km/h — mais rápido que uma bala de rifle — amanhã, na terça-feira, 1. 

Mas não será dessa vez, pois o asteroide está em uma rota a 7,2 milhões de quilômetros de distância das nossas cabeças (algo como 19 vezes a distância da Lua), e não há qualquer risco de colisão contra o planeta. 

Ainda assim, o objeto espacial chamado de 2021 KT1 é considerado como “potencialmente perigoso” por causa do tamanho e da velocidade com que viaja pelo espaço. 

Segundo a Nasa, asteroides que chegam a 7,4 milhões de quilômetros de proximidade e tem um tamanho de 150 metros ou mais são considerados potencialmente perigosos (PHO, Potentially Hazardous Objects). O 2021 KT1 atende aos dois critérios, ainda que não seja um perigo para os terráqueos. 

O que dizem as últimas pesquisas científicas mais importantes? Descubra assinando a EXAME.