Tribunal mantém suspensão de Suárez, mas permite treinos

Tribunal Arbitral do Esporte decidiu manter a suspensão de quatro meses imposta pela Fifa ao uruguaio Luis Suárez, mas autorizou o jogador a treinar

	O atacante uruguaio Luis Suárez reage após morder jogador italiano
 (Tony Gentile/Reuters)
O atacante uruguaio Luis Suárez reage após morder jogador italiano (Tony Gentile/Reuters)
D
Da RedaçãoPublicado em 14/08/2014 às 12:07.

Genebra - O atacante uruguaio Luis Suárez terá que cumprir a suspensão de quatro meses imposta pela Fifa, mas poderá treinar no Barcelona, seu novo clube, decidiu nesta quinta-feira o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), com sede em Lausanne (Suíça).

Para os juízes do TAS, a suspensão imposta pela Fifa após a mordida que o uruguaio deu no italiano Giorgio Chiellini em uma partida da fase de grupos da Copa do Mundo do Brasil foi "proporcional ante as faltas cometidas", mas a proibição de treinar e a exclusão de "qualquer atividade relacionada ao futebol" é uma medida excessiva.

O caso chegou ao TAS em 24 de julho. Luis Suárez, o Barcelona e a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) apelaram contra a decisão da Fifa que determinava a proibição de qualquer atividade relacionada ao futebol por quatro meses.

As três partes pediram ao TAS a redução do tempo de suspensão.

O caso foi tratado de forma urgente pelo tribunal e a audiência aconteceu em 8 de agosto. O jogador compareceu e prestou depoimento aos três juízes do TAS, os suíços Bernhard Welten e Marco Balmelli e o italiano Luigi Fumagalli.

Nesta quinta-feira, os magistrados do TAS consideraram que a proibição de acesso aos estádios e a proibição de exercer qualquer atividade relacionada ao futebol é excessiva porque tais medidas "não são apropriadas para sancionar a falta cometida pelo jogador e teriam um impacto sobre sua atividade uma vez encerrada a suspensão".

Assim, o tribunal suspendeu as sanções que proibiam o comparecimento do jogador aos estádios e de realizar atividades relacionadas com o futebol, mas decidiu manter a suspensão de nove partidas oficiais pela seleção do Uruguai.

A primeira partida de suspensão foi cumprida no jogo entre Colômbia e Uruguai pelas oitavas de final da Copa do Mundo do Brasil.

De acordo com a Liga de Futebol Profissional (LFP) da Espanha, o atacante poderá estrear pelo Barcelona em 26 de outubro.

Suárez também deverá pagar multa de 100.000 francos suíços (80.000 euros).

*Atualizada às 12h07 do dia 14/08/2014