Casual
Acompanhe:

Títulos, recordes e idolatria: Tom Brady se aposenta como uma lenda da NFL

Aos 44 anos, quarterback deixará o esporte empilhando recordes e títulos. Para imprensa americana, ele deve ser incluído na discussão de maior esportista de todos os tempos

Entenda por que Tom Brady é uma lenda inigualável (Mike Ehrmann / Equipe/Getty Images)

Entenda por que Tom Brady é uma lenda inigualável (Mike Ehrmann / Equipe/Getty Images)

A
Agência O Globo

1 de fevereiro de 2022, 12h07

Definir quem é o maior atleta da história de um esporte sempre traz discussões que não chegam a uma conclusão. No futebol, há quem retire Pelé do altar para colocar Diego Maradona ou Lionel Messi. No basquete, LeBron James ameaça o reinado de Michael Jordan. No tênis, Roger Federer e Rafael Nadal sempre travaram uma batalha pelo topo. No futebol americano, no entanto, essa dúvida não existe: Tom Brady é uma lenda inigualável.

Quer receber os conteúdos mais quentes da semana? Preencha seu cadastro aqui e saiba tudo com a newsletter da EXAME Casual.

Peyton Manning talvez seja quem se aproxime mais do quarterback de 44 anos, que decidiu se aposentar no último sábado, mas não o supera em grandeza. Ninguém chega perto. Tanto que para a imprensa estadunidense, é um absurdo que Brady não seja incluído na discussão de maiores esportista de todos os tempos. A explicação para esse fenômeno passa por títulos aos montes, uma dinastia com o New England Patriots e muitos (muitos) recordes quebrados.

O cenário decisivo para a memória de Tom Brady foi o Super Bowl LI, em 2017. Já longe de sua melhor forma e com idade avançada, conseguiu virar a final que estava 28 a 3 para o Atlanta Falcons faltando pouco mais de um quarto para o apito final. Ao ditar o ritmo daquela que é considerada a maior final da história da NFL, fez o New England Patriots virar para 34 a 28 e ficar com o título. O sexto dos sete de sua carreira até então.

Mais vitórias no Super Bowl

Os sete títulos de Super Bowl, seis nos Patriots e um nos Bucs, o colocam a dois de distância do jogador mais próximo: o defensor Charles Haley venceu cinco anéis com San Francisco 49ers e Dallas Cowboys. Falando de quarterbacks, a distância é assustadora: Joe Montana e Terry Bradshaw possuem quatro conquistas cada.

Mais aparições no Super Bowl

Este recorde Brady tinha ampliado antes mesmo do resultado final do Super Bowl 55. É assustador pensar que ele chegou à finalíssima em mais da metade de suas temporadas saudáveis na liga. Ao todo, ele apareceu em 18% de todos os Super Bowls da história! O jogador mais próximo disso é o defensor Mike Lodish com seis aparições entre Bills e Broncos. Entre QBs, John Elway é o mais próximo com apenas cinco.

Mais prêmios de MVP no Super Bowl

Brady foi o MVP dos Super Bowls 36, 38, 49 e 51 nos Patriots e agora no 55 com Tampa Bay. O mais próximo da marca é Joe Montana – com três premiações. Os únicos jogadores que venceram o MVP nos times de Tom Brady foram os wide receivers Deion Branch (no Super Bowl 39) e Julian Edelman (no Super Bowl 53).

Mais passes completos no Super Bowl

Com os 21 passes completos contra os Chiefs, TB12 chega a 277 na finalíssima – número maior que os próximos três da lista COMBINADOS: Peyton Manning (103), Kurt Warner (83) e Joe Montana (83) juntos completaram 269 passes em SBs. Ao todo, os três membros do Hall da Fama jogaram 11 finais – uma a mais que Brady.

Mais passes para touchdown no Super Bowl

21 Com os três touchdowns no domingo, Tom Brady soma 21 TDs em finais – 10 a mais do que o segundo da lista. Joe Montana possui 11 passes para touchdown em quatro aparições na decisão – todas com os 49ers. O GOAT é apenas o quarto em termos de interceptações – com seis ao todo.

Mais passes completos em um único Super Bowl: 43

Brady também conquistou o recorde de passes completos na virada diante dos Falcons, na prorrogação, citada acima. Na ocasião, ele quebrou a própria marca de 37 – conquistada dois anos antes contra os Seahawks. Peyton Manning fecha o top 3 com 34 passes completos na derrota dos Broncos no Super Bowl 48.

Único a mais décadas com um título de Super Bowl: 3

Este é um dos recordes do GOAT que provavelmente ficarão marcados para sempre na história da NFL. Foram três títulos na década de 2000 (nos Super Bowls 36, 38, 39), três na década de 2010 (nos Super Bowls 49, 51, 53), e este agora, o 55, na década de 2020.

Quarterback mais velho a vencer um Super Bowl

43 Tom Brady já havia conquistado este recorde em 2018 – quando venceu o Super Bowl 53 aos 41 anos de idade. O GOAT subiu a barra ainda mais ao erguer o Vince Lombardi no último domingo com 43 anos nas costas. Será que ele pode quebrar esta marca em 2021? 2022? Eu não duvido.

Nesta temporada, Brady liderou a liga em passes para touchdown na temporada (43) e em jardas aéreas (5.316). Com o desempenho, o quarterback é um dos candidatos ao prêmio de MVP da temporada. Brady encerra sua passagem pela NFL após 22 temporadas, sendo 20 delas com a camisa do New England Patriots, onde fez parte de uma das maiores dinastias da história da liga. Com a equipe de Boston, Brady conquistou 6 dos seus 7 títulos de Super Bowl. Ao todo, Tom disputou 10 Super Bowls na carreira, sendo derrotado duas vezes para o New York Giants (2007 e 2011), e uma vez pelo Philadelphia Eagles (2018).