A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Ninja, astro do Fortnite, volta aos streamings no YouTube

A Microsoft tinha contratado Ninja - com mais de 20 milhões de seguidores - para impulsionar o Mixer, mas optou por encerrar a plataforma

O superastro do Fortnite Tyler "Ninja" Blevins voltou ao mundo do streaming nesta quarta-feira (8) com uma partida no YouTube, depois que a Microsoft anunciou o fechamento da plataforma Mixer, com a qual ele tinha um contrato exclusivo.

Blevins tinha quase 24 milhões de assinantes em seu canal do YouTube ao iniciar a partida de Fortnite, que promoveu a seus fãs através do Twitter.

"Sabem o que é louco?", perguntou Blevins, enquanto brincava com seus colegas de equipe durante a transmissão do jogo. "Não fazer lives durante um mês; quase me esqueço de que ninguém sabe o que está acontecendo comigo".

Em agosto do ano passado, Blevins deixou o Twitch, de propriedade da Amazon, e disse a seus admiradores que só poderiam encontrá-lo na plataforma de streaming para videogames concorrente Mixer.

A estratégia foi considerada uma vitória para a Microsoft, ao atrair espectadores para o Mixer e impulsionar os esforços da companhia para reforçar sua comunidade de videogames.

Mas a Microsoft anunciou no mês passado que fecharia sua plataforma de transmissão ao vivo e que está se associado ao Facebook para competir melhor com concorrentes como Twitch e YouTube.

A Mixer encerrará as atividades em 22 de julho e a companhia incentivou os jogadores a migrar para o Facebook Gaming.

O "Fortnite", videogame online de tipo battle royale - multijogador, no qual os competidores devem eliminar um ao outro até que vence o último sobrevivente -, é um sucesso mundial.

Blevins é um dos jogadores que transmitem ao vivo suas partidas de Fortnite e ganha grandes montantes de dinheiro e tem entre seus seguidores um amplo público juvenil e até astros do rock.

O jogador de 29 anos disse à AFP no ano passado que sua vida deu uma guinada brusca ao descobrir o Fortnite, jogo que liderou popularidade no setor dos games quando foi lançado em 2017 e reivindica ter 200 milhões de jogadores, dos quais mais de oito milhões jogando permanentemente.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também