Marca de roupa íntima de Kim Kardashian vai para as Olimpíadas

A Skims irá fornecer roupas íntimas e pijamas para atletas norte-americanos nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio
 (Instagram/Kim Kardashian West/Reprodução)
(Instagram/Kim Kardashian West/Reprodução)
J
Julia StorchPublicado em 30/06/2021 às 10:15.

Através do Twitter, Kim Kardashian West anunciou que sua marca de shapewear, Skims, irá fornecer roupas íntimas, casuais e pijamas oficiais para as atletas americanas nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio.

De leggings a sutiãs esportivos e minimalistas e cuecas boxer, todas as peças da coleção contêm os anéis olímpicos e a bandeira dos Estados Unidos. 

Ainda que marcas como a Ralph Lauren tenha patrocinado a equipe americana desde 2008, e as esportivas como Adidas e Nike que patrocinam diversos atletas, esta é a primeira vez que uma marca pertencente a uma celebridade se torna um parceiro oficial de uma equipe.

No Twitter, Kardashian contou sobre sua ligação com as Olimpíadas. “Desde os 10 anos de idade, ouço todos os detalhes sobre as Olimpíadas”, escreveu Kardashian West no post, em referência ao seu ex-padastro, Caitlyn Jenner, que ganhou a medalha de ouro no evento de decatlo nos Jogos Olímpicos de 1976. “Quando recebi a ligação convidando Skims para fazer parte do @TeamUSA, cada momento que passei admirando a força e a energia dos atletas olímpicos do lado de fora deu uma volta completa.”

“Estamos muito orgulhosos de apoiar as atletas femininas durante os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio”, disse Kardashian em um comunicado à imprensa. “Essas mulheres são modelos incríveis para as meninas mais novas, incluindo minhas próprias filhas, mostrando a elas que tudo é possível se você trabalhar duro o suficiente. Skims foi projetado para capacitar as mulheres a se sentirem melhor todos os dias e estamos entusiasmados em trabalhar com a equipe dos EUA para ajudar a espalhar essa mensagem.”

Seguido por frases inclusivas, a marca oferece diversas opções de tamanhos e cores para diferentes tons de pele. Kim comenta que a dificuldade de encontrar peças confortáveis a inspiraram a lançar a marca. “Skims é uma marca orientada para soluções”, diz o site.

Ainda que a marca esteja moldando suas ações de inclusão, recentemente um vídeo sobre o tamanho das peças (bem menores do que anunciados) viralizou no Tik Tok, e há dois anos, a marca foi criticada por anunciar o nome Kimono, se apropriando da cultura japonesa.

Ainda sem data definida, em julho as peças da coleção dos Jogos Olímpicos estarão à venda para o público no site da Skims. 

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.