Land Rover vai reconstruir e vender a 1ª geração do Range Rover

Utilitários serão restaurados com peças e profissionais da própria marca
Range Rover Reborn contará com a cor original Bahama Gold
Range Rover Reborn contará com a cor original Bahama Gold
Por Diego Dias, da QuatroRodasPublicado em 03/02/2017 12:08 | Última atualização em 03/02/2017 12:08Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Land Rover irá reviver um dos ícones de luxo e capacidade off-road da década de 1970: a primeira geração do Range Rover. A marca britânica irá selecionar (numa criteriosa avaliação) 10 exemplares para serem restaurados e depois colocados à venda para colecionadores e entusiastas de todo o mundo por um precinho, digamos, camarada.

Range Rover

Utilitário será restaurado pela Land Rover Classic (Divulgação)

Range Rover

Painel de instrumentos sendo montado pela Land Rover Classic (Divulgação)

O Ranger Rover Reborn terá 10 unidades restauradas de acordo com as especificações originais do modelo da década de 1970 (inclusive a pintura na cor Bahama Gold), usando peças da divisão de clássicos da marca para manter e proteger sua autenticidade.

Range Rover

Range Rover Reborn traz carroceria de duas portas (Divulgação)

Essa iniciativa faz parte do “Projeto Reborn” (renascido em inglês), semelhante à ação feita com o utilitário Série 1, no qual 25 unidades foram restauradas pela divisão Land Rover Classic. A Jaguar (que hoje pertence ao mesmo grupo) também fez algo parecido com o XKSS D-Type: nove unidades foram restauradas e vendidas por nada menos que R$ 5,2 milhões cada.

Range Rover

Interior em tons claros parece ter saído direto do túnel do tempo (Divulgação)

Range Rover

Motor é o V8 3,5 litros de 133 cv e 25,7 mkgf de torque (Divulgação)

Cada cliente que quiser adquirir um Range Rover Reborn terá o acompanhamento de uma equipe especialista da fabricante para ter suporte sobre quais os melhores modelos para serem restaurados. O Range Rover Classic usará um motor a gasolina V8 3,5 litros de 133 cv e 25,7 mkgf de torque a 2.500 rpm, atrelado a um câmbio manual de quatro marchas e tração 4×4.

Range Rover

Peças seguirão as mesmas especificações do modelo da década de 1970 (Divulgação)

O custo para ter um clássico Range Rover Reborn na garagem será alto: 135 mil libras na Inglaterra, o que numa conversão direta dá R$ 528.754.

Este conteúdo foi originalmente publicado na QuatroRodas.