IWC “Aviador Negro”: a volta de um relógio clássico

Marca suíça relança um cult dos anos 1990, em novos materiais, mecanismo próprio e edição limitada

De tempos em tempos as manufaturas de relógio resgatam seu legado e paginam modelos clássicos. A IWC, marca com um passado ligado à aviação, acaba de apresentar a nova versão de um cult. Trata-se do Pilot Chronograph Edition “Tribute to 3705”, uma nova versão do chamada Black Flieger, ou Aviador Negro.

Ganha pouco, mas gostaria de começar a guardar dinheiro e investir? Aprenda com a EXAME Academy

O Black Fliefger foi lançado em 1994 e, na verdade, não foi um sucesso de lançamento. Depois de apenas mil unidades vendidas, sua produção foi interrompida pouco depois. Nem sempre qualidade se reflete em audiência... mas ganhou uma legião de fãs pelo material de cerâmica preta de óxido de zircônio e seu design purista.

A nova edição reproduz fielmente o design do mostrador original. O material mudou. Em vez de cerâmica, a caixa agora é feita de ceratanium, um novo material inovador desenvolvido pela IWC. A pulseira é de couro de bezerro preta.

A nova versão também não será um best seller, pela simples razão de que se trata de uma versão limitada a mil peças. E uma novidade é que será vendida exclusivamente online. O e-commerce brasileiro foi inaugurado no fim do ano passado (www.iwc.com.br ).

A referência 3705 deste modelo só se tornou famosa até cerca de um quarto de século depois do lançamento. Depois de aparecer em artigos em blogs especializados, o Black Flieger começou a despertar atenção de amantes da relojoaria. Com índices e ponteiros luminosos, que ao envelhecerem mudaram a cor para uma tonalidade laranja, o cronógrafo antes esquecido começou a ganhar os corações dos colecionadores com seu distinto charme neovintage.

Uma peça da coleção pessoal do ex-diretor da IWC Günter Blümlein foi leiloada por 53.750 dólares. Para os colecionadores, o 3705 não apenas incorpora a herança da IWC como fabricante de relógios profissionais para aviadores. A caixa de cerâmica preta é um testemunho da extensa experiência em materiais da IWC desde a década de 1980.

O mostrador do novo Aviador Negro é uma réplica do original da década de 1990. Duas aberturas para medição de tempo são encontradas nas posições das 9 e das 12 horas. Já os pequenos segundos estão localizados às 6 horas. Outro recurso deste modelo é a exibição do dia e da data às 3 horas.

O ceratanium de agora é um material desenvolvido pela IWC leve e robusto como o titânio, mas também igualmente duro e resistente a riscos como a cerâmica. Na primeira etapa, os componentes da caixa são feitos de uma liga especial de titânio. Depois, as peças são tratadas em um forno, quando ocorre uma transformação de fase e a superfície do material assume propriedades semelhantes às da cerâmica.

Enquanto o original era impulsionado pelo 7750 Valjoux, um movimento genérico desenvolvido pela ETA, agora leva um calibre próprio, com a tecnologia Schaffhausen, com reserva de marcha é de 46 horas. Trata-se de um coração muito mais sofisticado do que o anterior, e que deve ganhar a mente também dos novos colecionadores. O preço para o Brasil é 59.400 reais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.