HBO Go coloca três filmes do Coringa em seu catálogo

Do clássico com Jack Nicholson aos filmes recentes com Heath Ledger e Joaquin Phoenix, novidades no catálogo da HBO Go são boas pedidas para o fim de semana

Quem diria que um filme cujo protagonista é um vilão seria um dos mais bem-sucedidos entre todos os filmes de franquias de super-heróis? Certamente, os produtores de Coringa (2019), que apostaram suas fichas no ator Joaquin Phoenix e no diretor Todd Philips e estavam confiantes quanto ao potencial do filme. O resultado foram 11 indicações ao Oscar (o filme mais indicado no Oscar 2020) e duas estatuetas faturadas, uma delas de Melhor Ator para Phoenix.

Chega ao catálogo da HBO Go hoje, 17, Coringa, um dos maiores sucessos de bilheteria do ano passado (1,07 bilhão de dólares), embora a crítica tenha se dividido — para muita gente, o filme glorifica a violência. A polêmica foi grande. Muitos políticos e autoridades policiais criaram clima de tensão, dizendo que o filme poderia provocar ondas de violência nas salas de cinema e nas ruas. Até mesmo patrulhas policiais foram colocadas nas portas de cinemas nos Estados Unidos. Por outro lado, outras vozes poderosas fizeram questão de apontar a mensagem urgente da película e o motivo das autoridades estarem “com medo”, como o cineasta Michael Moore, que rasgou elogios ao filme.

Joaquin Phoenix não construiu, contudo, seu personagem do zero. Pelo menos outros dois filmes de sucesso com o personagem “Joker” foram cruciais para pavimentar o caminho do filme de 2019 ao sucesso: Batman, o primeiro filme do herói, de 1989, onde Jack Nicholson interpreta o vilão; e The Dark Knight, de 2008, onde o diretor Christopher Nolan dirigiu Heath Ledger em uma atuação que entrou para a história do cinema. Ambos a HBO também acabou de incluir em seu catálogo na HBO Go.

O filme de Tim Burton de 1989 trouxe Nicholson em uma maquiagem fria e sofisticada e que funcionou em cena com Michael Keaton como o herói de Gotham City. A produção começou a abrir as portas de Hollywood para as HQs americanas. Nicholson acabaria indicado ao Globo de Ouro e ao Bafta.

Já em 2008, Ledger construiu um Coringa muito mais insano e perigoso, de aparência perturbadora. A crítica foi unânime em definir o filme de Nolan e os embates entre Ledger e Christian Bale como um clássico moderno com “toques de Hamlet”. Ledger morreu pouco depois de finalizar a produção. Seu Oscar, de Melhor Ator Coadjuvante, foi póstumo.

Heath Ledger como Coringa em filme de 2008 Heath Ledger como Coringa em filme de 2008

Heath Ledger como Coringa em filme de 2008 (Divulgação/Divulgação)

Jack Nicholson como Coringa em filme 1989 Jack Nicholson como Coringa em filme de 1989

Jack Nicholson como Coringa em filme de 1989 (Divulgação/Divulgação)

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Plano mensal Revista Digital

Plano mensal Revista Digital + Impressa

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

R$ 15,90/mês

R$ 44,90/mês

Plano mensal Revista Digital

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

ASSINE

Plano mensal Revista Digital + Impressa

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças + Edição impressa quinzenal com frete grátis.

ASSINE