Com cinemas fechados, resta recorrer aos streamings

Segmento de streaming está entre um dos poucos que podem se beneficiar da crise do coronavírus

Para os fãs de cinema, a pandemia do coronavírus que se espalhou pelo mundo e chegou ao Brasil causou uma situação sem precedentes na história recente: as salas de cinema fechadas. Será a primeira quinta-feira da história recente da indústria cinematográfica que não contará com as tradicionais estreias de novas produções para o fim de semana.

Sem cinemas para ir e estreias para conferir, a indústria ficará restrita, pelo menos nos próximos trinta dias, aos serviços de streaming. Além das já tradicionais Netflix, HBO Go e Amazon Prime Video, também chegam ao Brasil duas novas plataformas de streaming, a Starz Play e a Filme Filme.

O segmento de vídeo sob demanda está entre um dos poucos que podem se beneficiar da crise do coronavírus. O banco UBS colocou a Netflix e redes sociais em uma lista de empresas que podem ver aumento de tempo de uso com a quarentena global.

Um levantamento da norte-americana MKM Partners também apontou que as ações do Facebook, Yelp, Amazon, Alibaba, Slack, eBay, entre outras, também podem ter resultados positivos no mercado. Isso porque todas fazem parte de um grupo de empresas de “ficar em casa”.

“Ela [a Netflix] é obviamente uma beneficiária de pessoas ficando em casa por conta de preocupação com o vírus, e isso refletiu consideravelmente nas ações”, disse também o analista Dan Salmon, do banco de investimento BMO Capital Market, em entrevista ao site Variety. Neste cenário, se beneficiará quem já tem bom contéudo gravado, dizem os analistas, uma vez que sets de filmagem serão paralisados — o que fará, por exemplo, a rede Globo começar a reprisar suas novelas na televisão a partir desta semana.

Na outra ponta, um triste reflexo da crise na indústria do cinema começa a chegar nesta semana. Além da paralisação das novas estreias, redes de cinema devem começar a dispensar ou dar férias coletivas a seus funcionários. O Cinemark já ofereceu planos de demissão voluntária e de paralisação parcialmente remunerada aos funcionários no Rio de Janeiro, que está com salas proibidas de operar. Em São Paulo, o governador João Doria (PSDB) estabeleceu na quarta-feira a recomendação de que shopping centers fechem suas operações, o que também deve impactar os cinemas.

Com cinemas paralisados e sem novas estreias globais na indústria, a EXAME separou algumas sugestões de novos conteúdos disponíveis nas plataformas de streaming neste mês.

Netflix
Três seriados chegam nos próximos dias à plataforma. No dia 20, a chegada da minissérie “A Vida e a História de Madam C. J. Walker”, com a atriz ganhadora do Oscar Octavia Spencer no papel principal. O seriado conta a história real de Walker, ativista social e a primeira mulher milionária dos Estados Unidos, que fez fortuna ao vender cosméticos para mulheres negras. No dia 22, a estreia é a sexta temporada de “Brooklyn Nine-Nine”, seriado de comédia amado pelos fãs brasileiros. Já no dia 26 a novidade é a terceira temporada do seriado de super-herói “Raio Negro”.

Prime Video
No Prime Video, plataforma da Amazon, dois filmes de sucesso chegam aos brasileiros. Hoje (19), estreia “Midsommar”, segundo filme do gênero terror do diretor Ari Aster e que arrancou boas críticas (e muitas caras de espanto) do público. Com Florence Pugh e Jack Reynor, o filme conta a história de um grupo de jovens que vão parar em uma comunidade fechada na zona rural da Suécia, sem saber os segredos que o local esconde. Já “Trama Fantasma” chega no dia 22. O mais recente trabalho do diretor Paul Thomas Anderson traz Daniel Day-Lewis no que ele disse ser o seu último trabalho como ator. O filme conquistou um Oscar e outras cinco indicações e traz Day-Lewis no papel de estilista Reynolds Woodcock.

HBO Go
Na plataforma da HBO, duas novas temporadas de séries premiadas acabam de chegar ao site. Uma das novidades é a terceira temporada de “Westworld”, após dois anos de espera. A nova etapa da série dos criadores Jonathan Nolan e Lisa Joy traz oito episódios e fala do despertar da consciência artificial na Terra. No elenco, Evan Rachel Wood, Thandie Newton, Ed Harris, Tessa Thompson, Rodrigo Santoro e Vincent Cassel. A outra novidade é a segunda temporada do seriado italiano “My Brilliant Friend”, baseado no arrebatador sucesso dos livros da escritora Elena Ferrante. Como cada temporada corresponde a um livro da tetralogia, os fãs podem esperar o enredo do livro “História do Novo Sobrenome”.

Mubi
A plataforma conta sempre com trinta filmes disponíveis. Um sai todo dia à meia-noite do catálogo, enquanto outro entra. Assim, vale ficar sempre de olho no que está disponível na plataforma, que oferece filmes de todos os cantos do mundo, valorizando os filmes internacionais que passaram por grandes festivais e os clássicos que marcaram época. Atualmente, dá para assistir diversos filmes de Yûzô Kawashima, “Junun”, de Paul Thomas Anderson, “Diário de Um Pároco de Aldeia”, de Robert Bresson, e “O Som Ao Redor”, de Kléber Mendonça Filho.

SPCine
Pensando no período de quarentena que os brasileiros estão começando a enfrentar, a SPCine, a empresa de cinema e audiovisual de São Paulo, liberou seu catálogo gratuitamente para todo o País, por trinta dias, desde o último dia 17. Entre os filmes disponíveis estão filmes que passaram pela Mostra Internacional de Cinema e longas de Hector Babenco, Zé do Caixão, Helena Ignez e Lúcia Murat. Entre os seriados, o destaque é a série documental “Eu, Preso”.

Starz Play
A nova plataforma é de propriedade da produtora Lionsgate. Assim, conta com filmes Lionsgate no catálogo, como os filmes das sagas e franquias “Crepúsculo”, “Jogos Vorazes” e “Rambo”. Também há séries originais, como “Castle Rock”, “The Act” e “Pennyworth”. O valor promocional é R$ 5 por mês nos três primeiros meses. Depois disso, R$14,50 por mês.

Filme Filme
Lançada em março, a nova plataforma traz filmes nacionais e internacionais. Cada filme deve ser alugado individualmente por R$ 6 e ficam disponíveis por sete dias. A curadoria de filmes muda toda semana e foca em filmes premiados e de festivais. Entre as produções nacionais, estão “Central do Brasil”, “Gabriel e a Montanha” e “O Grande Circo Místico”. Entre os internacionais, os documentários “Eu Não Sou Seu Negro” e “Maria Callas”.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.