Carreira

Schmidt receberá US$ 100 mi ao deixar presidência do Google

O prêmio, que incluirá ações e opções de ações a serem exercidas em prazo de quatro anos, é o primeiro de Schmidt desde que começou na empresa em 2001

Eric Schmidt: recompensa por dez anos de trabalho só após deixar a empresa

Eric Schmidt: recompensa por dez anos de trabalho só após deixar a empresa

DR

Da Redação

Publicado em 24 de janeiro de 2011 às 11h49.

Nova York - O Google vai pagar um prêmio de 100 milhões de dólares em ações a Eric Schmidt, cujo posto como presidente-executivo da empresa será assumido pelo co-fundador Larry Page.

O prêmio, que incluirá ações e opções de ações a serem exercidas em prazo de quatro anos, é o primeiro de Schmidt desde que começou na empresa em 2001, disse um porta-voz.

Na semana passada, o Google causou surpresa ao anunciar que Schmidt se tornaria presidente do conselho, em abril, e que seria substituído por Larry Page como presidente-executivo.

A notícia foi anunciada no mesmo dia em que o Google reportou resultado muito maior que a expectativa do mercado.

Mas embora o Google continue dominando as buscas na Internet, vem enfrentando problemas nas redes sociais e ferrenha competição de empresas como Facebook e Twitter, que roubam tráfego da Web e talentos de engenharia.

Schmidt declarou em entrevista à Reuters que a mudança não era uma reação aos concorrentes, mas um esforço para acelerar o processo decisório na gigante da Internet.

Em documentos apresentados às autoridades regulatórias, o Google informou que Schmidt apresentou em dezembro um plano para a venda de algumas de suas ações na empresa.

"O plano de venda preordenado foi adotado a fim de permitir que Eric venda parte de suas ações no Google como parte de sua estratégia de longo prazo para diversificar seus ativos individuais e aumentar sua liquidez", afirma o documento.

Em 31 de dezembro, Schmidt detinha 9,2 milhões de ações do Google, ou 9,6 por cento do capital votante da companhia. Schmidt planeja vender 534 mil ações ordinárias classe A, o que significa que manterá 8,7 milhões de ações do Google, ou 9,1 por cento do capital votante da empresa.

Acompanhe tudo sobre:BônusEmpresáriosEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaEric SchmidtGoogleLarry PagePersonalidadesRemuneraçãoSaláriosTecnologia da informação

Mais de Carreira

Veja 6 estratégias essenciais para empreender no Brasil, segundo o treinador Bernardinho

Da roça para Paris: a história inspiradora do atleta “Maranhão” que irá disputar as Olimpíadas

De estilista a presidente: os 4 passos para alcançar o sucesso, segundo a CEO do Grupo Malwee

Arteris investe em educação corporativa para lidar com desafios de diversidade geracional

Mais na Exame