Carreira
Acompanhe:

Quem é Gabi, da FGV, e por que uma lista de contatos abalou as redes

Todos os anos, calouros da FGV fazem competição para conseguir o maior número possível de vídeos de "celebridades". Neste ano, as coisas não saíram como esperado

 (Reprodução / Instagram/Exame)

(Reprodução / Instagram/Exame)

V
Victor Sena

27 de março de 2021, 15h22

Sergio Moro, Xuxa, Felipe Titto, Gabi Martins, Felipe Roque, Flavia Alessandra, Otaviano Costa, Marcos Mion, Kaysar e Thiago Martins.

Todas essas celebridades estão na lista de contatos de Gabriela Ferraz Ricci, caloura da Fundação Getúlio Vargas (FGV) que deve ajudar sua turma, AE4, a ganhar a gincana promovida pelos veteranos da instituição neste começo de ano. Mas tudo não passou de um confusão.

Todos os anos, calouros da FGV de São Paulo fazem uma competição em que são estimulados a competir para conseguir o maior número possível de vídeos de "celebridades" apoiando cada turma.

Mas essas celebridades são os diretores e primeiros fundadores da faculdade, que precisam mandar um vídeo apoiando a sala em que estiveram.

Os estudantes da sala deste ano ganham o que todo universitário costuma amar: cerveja.

Na edição deste ano, porém, os calouros entenderam errado e foram atrás de celebridades de verdade.

Quem se destacou foi Gabriela Ferraz Ricci, filha do empresário Dirley Pingnatti Ricci, da empresa Unidas. Ela foi citada por diversos famosos e virou assunto na rede social Twitter. Afinal, essa é uma verdadeira agenda de contatos e mostra a força do networking (nem que seja por meio de uma forcinha do pai, que é um empresário já conhecido no Paraná).

Em entrevista à EXAME nesta sábado, ela afirmou que não conhecia os famosos, apenas pediu para que eles gravassem os vídeos. Gabriela também contou que não tem interesse pela fama e pretende reverter a visibilidade em alguma causa social.

Outras turmas também conseguiram nomes fortes, como o do ex-presidente Michel Temer, que gravou um vídeo apoiando a turma A do curso de direito.

A maioria das pessoas ficou impressionada com a quantidade de personalidades que a estudante conhecia e os memes começaram a aparecer. Veja alguns abaixo:

O "poder" da Gabi da AE4 foi tão grande que usuários do Twitter chegaram a fazer uma tabela com os stories para comparar a turma que estava recebendo mais apoio.

https://twitter.com/g_berbetz/status/1375254274180067333

Marcas

Assim que a história ficou conhecida, a partir da divulgação dos vídeos pela veterana Mariana Parik, diversas marcas começaram a apostar no novo meme. Riachuelo, Globo e Americanas foram algumas das empresas que aproveitaram para surfar na onda. Veja os tweets abaixo: