A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Estado de SP suspende home office para servidores públicos

Funcionários que ainda não tomaram as vacinas e que façam parte de algum grupo de risco podem continuar a trabalhar de home office

Os servidores públicos de São Paulo deverão voltar ao trabalho presencial. A determinação aconteceu com base em dados que mostram um controle na transmissão da covid-19 no estado, segundo o governo. No país, dados do Imperial College apontam que a taxa de transmissão é a menor desde novembro de 2020, indicando uma situação também sob controle.

Para organizar a volta dos servidores públicos aos prédios, as secretarias estão começando a publicar no Diário Oficial como será a volta ao modelo presencial. As primeiras pastas a organizar isso foram a Secretaria de Educação e a de Justiça e Cidadania.

O funcionários públicos que ainda não tomaram as vacinas e que façam parte de algum grupo de risco poderão continuar a trabalhar de home office.

O estado de São Paulo tem cerca de 600 mil pessoas ativas no serviço público e foi o estado mais atingido pela pandemia da covid-19. Desde o início da crise sanitária, mais de 130 mil pessoas morreram no estado devido à doença.

Na pandemia, o trabalho remoto chegou a ser realidade para 10% da população empregada segundo os últimos dados do IBGE que registraram de onde os brasileiros estavam trabalhando.

Nesta semana, o prefeito da capital paulista Ricardo Nunes decidiu reabri a Avenida Paulista ao público no próximo domingo, 18. De acordo com o prefeito Ricardo Nunes (MBD), o programa Ruas Abertas, quando os carros ficam impedidos de passar pelo local, será retomado apenas pela manhã, das 8h às 12h.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também