Schiwa aposta em cosméticos 100% veganos e com foco em alta performance

Empresa utiliza tecnologia verde para produção e realiza a compensação ambiental referente ao uso de embalagens e frete
Mercado de cosméticos naturais deve faturar cerca de US$ 48 bilhões em 2025 (Thinkstock/Thinkstock)
Mercado de cosméticos naturais deve faturar cerca de US$ 48 bilhões em 2025 (Thinkstock/Thinkstock)
Por BússolaPublicado em 04/04/2022 21:20 | Última atualização em 04/04/2022 18:30Tempo de Leitura: 5 min de leitura

A Schiwa é especializada no desenvolvimento de cosméticos 100% veganos, com ingredientes naturais de alta performance e eficácia comprovada. Com sede em Ribeirão Preto (SP), a empresa foi fundada em 2017 mas iniciou sua operação em 2020, com foco no público que preocupa-se com a saúde, o meio ambiente e a sustentabilidade.

Segundo estudos da Grand View Research, o mercado de cosméticos naturais deve faturar cerca de US$ 48 bilhões em 2025, um crescimento equivalente a 5% ante 2019.

“O clean beauty é mais do que uma tendência, é um movimento que favorece não apenas a saúde da pele, mas também a do planeta. Nossa máxima preocupação é oferecer uma formulação à base de bioingredientes em concentrações otimizadas, o que garante o alcance da máxima eficácia no tratamento da pele. Tudo isso a partir do uso de tecnologia verde”, afirma Carolina Schiavinato Wada, cofundadora e diretora da marca.

Farmacêutica por formação e especialista em cosmetologia natural, Carolina resolveu colocar em prática o desejo de empreender no segmento de cosméticos veganos, após atuar por dez anos como representante farmacêutica para laboratórios.

“A ideia principal era criar uma marca capaz de entregar não apenas produtos livres de compostos químicos, que agridem a pele pelo efeito acumulativo e podem causar alergias, mas também desmistificar a ideia de que produtos naturais não entregam performance”, declara Carolina.

Junto ao marido, o advogado Thiago Wada, iniciou um processo de pesquisa e estudos para o desenvolvimento de produtos. Após uma visita à Alemanha, considerada o berço da cosmetologia natural mundial, o casal dedicou cinco anos para a criação de formulações naturais exclusivas.

“O mundo todo valoriza muito os ingredientes naturais brasileiros e a nossa ideia era realmente realçá-los em nossos produtos, com base em uma produção sustentável e que estimula a economia interna”, diz Thiago Wada, cofundador e diretor da marca

Todos os produtos da Schiwa são livres de silicone, parabenos e petrolatos. As formulações também não utilizam fragrâncias, corantes e esfoliantes sintéticos. Ao final do desenvolvimento, cada produto da linha foi testado por uma equipe de dermatologistas parceiros, a fim de garantir a eficácia proposta.

Atualmente, a Schiwa conta com quatro produtos desenvolvidos, todos hipoalergênicos. O primeiro cosmético da linha, o Sérum Facial Hidratante e Anti-Aging, é formulado com óleo essencial de gerânio. É dedicado ao bem-estar feminino e tem proposta multifuncional que hidrata, diminui linhas de expressão, reduz poros aparentes, uniformiza o tom e melhora a qualidade da pele. Atende desde a pele jovem à madura, sendo indicada a utilização após o ritual diário de limpeza.

“É comum vermos as marcas utilizarem em torno de 1% de ácido hialurônico em seus produtos anti-aging, mas nós vamos além e utilizamos 2%. Assim, garantimos o melhor custo-benefício, com um produto 100% vegano e com ativos naturais e que entrega uma eficácia potencializada”, diz Wada.

O segundo produto da linha é o Creme Hidratante para os Pés e Regiões Ásperas, com esfoliante natural e óleos essenciais de alecrim e erva-doce. A proposta do creme é combater o ressecamento e proporcionar suavidade para as regiões que necessitam de hidratação. É formulado com esfoliante natural à base de micropartículas do caroço de azeitona.

Completam a linha da Schiwa os hidratantes para as mãos com óleo essencial de lavanda, com função relaxante e antiestresse, e com óleo essencial de laranja, com foco em revigorar e melhorar o humor. “Entendemos que o ritual de beleza, o momento em que a pessoa dedica seu tempo a rotina skincare, precisa ser também um momento terapêutico, de autocuidado, em que os sentidos do tato e do olfato sejam priorizados”, afirma a diretora.

Atualmente, os produtos da Schiwa são utilizados por clínicas de estéticas, spas e dermatologistas. Com taxa de recompra superior a 80% entre parceiros e clínicas, o plano de expansão da marca contempla o lançamento de pelo menos três novos produtos em 2022.

Em linha com sua proposta sustentável, a Schiwa possui o selo Animal Test-Free, conferido pela PETA Internacional, considerada a maior organização de direitos animais do mundo. A marca também obteve o certificado Vegano, da Associação Brasileira de Veganismo, e o selo da PEA, Projeto Esperança Animal, também como garantia da produção cruelty-free.

A Schiwa é também parceira da eureciclo, certificadora de logística reversa de embalagens, que trabalha com a compensação ambiental pelo uso de embalagens. Por meio da parceria com cooperativas, a eureciclo garante a reciclagem de material equivalente ao volume de embalagens gerado por suas parceiras.

Em 2022, a SchiWa firmou parceria com a Eccaplan, para certificação de frete neutro. O objetivo é neutralizar a emissão de CO₂ gerada na logística de entrega de produtos. A eccapan atua na utilização de créditos de carbono e no apoio de projetos brasileiros de preservação florestal, tecnologia limpa e plantio de árvores.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Veja também

Para obter resultados consistentes, startups devem pensar em gestão

Para ser um bom líder, comece por você mesmo

É preciso enxergar o varejo pelo filtro da geração Z