Bússola

Um conteúdo Bússola

Investidores.vc aporta U$ 225 mil na Staged Venture

Fundada por brasileiros e com sede em Miami, empresa foi criada para integrar diferentes softwares e soluções empresariais

Marca consolida rodada de investimento na Digibee (Nuthawut Somsuk/Getty Images)

Marca consolida rodada de investimento na Digibee (Nuthawut Somsuk/Getty Images)

B

Bússola

Publicado em 14 de fevereiro de 2023 às 19h00.

Por Bússola

O Investidores.vc, maior plataforma de investimento em startups do Brasil, acaba de consolidar um aporte de US$ 225 mil na Staged Ventures, gestora de fundo de investimentos, cofundada por Camila Farani, Geraldo Neto e Flavio Pripas, consolidando um investimento secundário (compra de ações) na Digibee, principal plataforma eiPaaS (Enterprise Integration Platform as a Service) responsável pela integração de sistemas para conectar grandes empresas ao mundo digital. O valor em reais passa de R$ 1,2 milhão.

Criada em Miami, nos Estados Unidos, a Staged Ventures realiza a gestão de fundos de investimentos com foco na internacionalização de empresas brasileiras. A gestora foi um dos players que a rede do Investidores.vc visitou em sua primeira missão internacional em Miami, em março de 2022, que aproximou as oportunidades de parcerias e culminou no aporte e participação na Digibee, também visitada pelo Investidores.vc nos EUA.

“Levar os nossos investidores para conhecer o ecossistema de Miami foi uma experiência fantástica – não só por todo conhecimento e novas tecnologias como blockchain, cripto e NFT, como oportunidades de conexões com empresas e parceiros no mercado de investimentos, como a Digibee e a Staged Ventures, que já conhecíamos o trabalho, mas que pudemos estreitar laços e consolidá-los agora, com o aporte", diz Amure Pinho, fundador do Investidores.vc.

A Digibee ajuda grandes empresas a acelerarem o processo de  modernização da sua infraestrutura de tecnologia, integrando diferentes sistemas, aplicativos, parceiros e clientes através de uma solução low-code e baseada em nuvem.  Fundada em 2017, a Digibee surgiu de uma ideia de Rodrigo Bernardinelli, Vitor Sousa e Peter Kreslins, que resolveram integrar diferentes softwares e soluções empresariais por meio de uma solução Enterprise level em nuvem, conectando sistemas críticos para grandes empresas. Hoje, a empresa conta com mais de 250 clientes, entre eles Itaú, Assaí, B3 e Carrefour.

"Temos avaliado empresas há muitos anos, a Digibee nós descobrimos em 2018, quando tinham apenas nove pessoas incluindo os três founders e menos de US$ 200 mil em vendas naquele ano. O que vimos foram três mentes brilhantes, focadas e com background incrível e com um grande sonho. Sabíamos que podíamos ajudar na jornada e assim fizemos o primeiro investimento na companhia. O resto todos já sabem, terminamos o ano de 2022 com mais de 300 colaboradores, mais de US$ 23,4 milhões em ARR (Annual Recurring Revenue) e atuando em vários países. Essa história que queremos repetir com outras investidas. Entendemos o valor de internalização e o playbook para fazê-lo, e assim pretendemos ajudar novas startups”, afirma Geraldo Neto, fundador da Staged Ventures.

A  Digibee triplicou sua receita anual recorrente de dezembro de 2021 a dezembro de 2022, atingindo US$ 22 milhões em ARR. A empresa, que tem a ambição de ser a maior empresa de tecnologia de origem brasileira do mundo que vai gerenciar toda esta malha interconectada de pessoas, sistemas, serviços, aplicações e softwares, captou US$ 25 milhões em janeiro de 2021.

O aporte foi liderado pelo Softbank e, em agosto, a Staged Ventures realizou uma rodada secundária no valor de US$ 5,2 milhões, da qual os membros do programa Black do Investidores.vc participaram com US$ 225 mil. Ao todo, 15 investidores Black participaram do aporte. Com a rodada anterior, a Digibee teve respaldo para executar todas as estratégias para expandir a empresa, tornando a tecnologia desenvolvida pela scale up ainda mais competitiva, investindo em profissionais e na evolução do time para se estabelecer no mercado global.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

JBS investe US$ 20 milhões em expansão de unidade de cordeiros na Austrália

Eric Garmes: Como anda a saúde financeira do seu colaborador?

Qual é a importância de ter um crítico na sua vida profissional e pessoal?

Acompanhe tudo sobre:economia-brasileiragestao-de-negociosInvestimentos de empresasStartupsVenture capital

Mais de Bússola

Bruno Almeida: qual o efeito da febre dos vídeos curtos nas estratégias de marketing digital? 

Conheça o segmento de IA que projeta gerar US$ 17 bilhões até 2032

Análise do cenário político e econômico após desistência de Joe Biden à corrida presidencial nos EUA 

A semana de 4 dias de trabalho pode dar certo nas empresas brasileiras?

Mais na Exame