Brasil

Veja os principais desafios das cidades e como resolvê-los; participe do evento de infra da EXAME

Fórum reúne diversos especialistas e aborda as principais inovações e cases do setor

Quando se olha para as cidades atuais, a mensagem que fica é a de que ainda há muito para ser feito (KamranAydinov - Freepik/Reprodução)

Quando se olha para as cidades atuais, a mensagem que fica é a de que ainda há muito para ser feito (KamranAydinov - Freepik/Reprodução)

L
Leonardo Carmo

31 de outubro de 2022, 10h35

É de conhecimento geral que, assim como outros países, o Brasil enfrenta uma série de problemas de infraestrutura. No entanto, por todo o extenso território, dois deles se destacam: mobilidade e moradia. De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa de transporte 99, uma pessoa perde 32 dias por ano no trânsito - considerando todo o tempo perdido em deslocamento, a economia deixou de ganhar 11 bilhões, segundo o estudo da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro.

E quando o assunto é moradia, os dados merecem tanta atenção quanto. Apesar de muitas pessoas não viverem em boas condições, o país tem muito espaço disponível para construção e uma população que demanda mudanças habitacionais. Segundo o Censo QuintoAndar, realizado em parceria com o Datafolha, ter uma casa própria ainda é um sonho perseguido por 87% dos brasileiros.

Além disso, o país está muito atrás em uniformidade. Enquanto grandes centros como São Paulo começam a dar os seus primeiros passos para se tornar uma cidade conectada, outras ainda sofrem com problemas da década passada. 

Na adoção do 5G, por exemplo, capitais como Brasília, Belo Horizonte, João Pessoa e Porto Alegre saíram na frente, uma vez que suas estruturas permitem a rápida configuração da tecnologia. 

Descubra as melhores inovações para solucionar os problemas das cidades

Assim, quando se olha para as cidades atuais, a mensagem que fica é a de que ainda há muito para ser feito. Ao deixar de lado a fotografia do momento e olhar para o filme todo, é possível ver o mar de oportunidades que está por vir na área. Empresas e organizações que lidam com infraestrutura vão ter muito trabalho, mas também uma ótima remuneração pela frente. 

Em posições de gerência, por exemplo, os salários giram em torno de R$ 15 a R$ 45 mil e chegam até R$ 80 mil para cargos de liderança, de acordo com o Glassdoor. No longo prazo, a tendência é que os investimentos causem uma reação em cadeia. Afinal, a infraestrutura é o gargalo para o crescimento de vários outros setores da economia.

Como me preparar para as oportunidades em infraestrutura?

Independentemente de onde a pessoa esteja alocada, todos que já atuam ou querem atuar neste setor devem procurar se capacitar para as vagas, parcerias público-privadas, novos projetos e investimentos que devem acontecer. Estar preparado para discutir sobre como a tecnologia e a conectividade poderão transformar a gestão da cidade é o básico para conseguir vender neste mercado. 

Por isso, participar de eventos, aprender sobre as melhores práticas e, consequentemente, fortalecer o network é uma etapa crucial. Só a partir de uma forte rede de contatos é possível avançar na carreira e alavancar negócios. Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria The Adler Group, por exemplo, 85% das oportunidades de trabalho são preenchidas por meio de indicações.

Além disso, quanto mais uma pessoa ou empresa for vista, mais ela será lembrada. Assim, a exposição nestes lugares pode ajudar a criar uma referência e estabelecer uma marca. A grande questão, porém, é que a maioria das pessoas subestimam a importância do relacionamento interpessoal. Logo, quem investe nesse quesito costuma estar em vantagem. 

Conheça os maiores e mais importantes profissionais de infraestrutura do mercado

Pensando em impulsionar quem já entendeu a importância de criar essa rede de contatos e que grandes oportunidades estão por vir, a EXAME organizou mais uma edição do Fórum de Infraestrutura, Cidades e Investimentos - evento que reúne diversos especialistas em infra e se propõe a ser o ponto de encontro para os interessados.

Como participar do evento?

No dia 7 de dezembro (quarta-feira), a partir das 9h, acontece na B3, em São Paulo, o Fórum Infraestrutura, Cidades e Investimentos. O evento tem como objetivo reunir líderes do setor público, investidores do setor privado e profissionais interessados em debater as melhores soluções e práticas para a inovação das cidades. As vagas são limitadas e a venda dos ingressos está sendo realizada por lotes. Até o momento desta publicação, 60% delas já foram preenchidas.

Além de poder atualizar os conhecimentos nos temas abordados, os participantes terão um momento para fortalecer o networking e conhecer outras pessoas que estão pensando e moldando o futuro do país.

Confira os tópicos abordados:

  • Como a tecnologia e a conectividade poderão transformar a gestão das cidades
  • Conjunturas políticas e econômicas que impactarão as decisões dos investimentos em infraestrutura em 2023
  • Saneamento como impulsionador da saúde e da qualidade de vida
  • Projeções dos planos de governo para a infraestrutura
  • Aprendizados do uso de concessões e PPPs em projetos de infraestrutura

Aumente sua rede de contatos em evento presencial em São Paulo. Garanta já a sua vaga

Programação completa

  • 09h - Abertura
  • 11h - Conjunturas políticas, econômicas e regulatórias que impactarão as decisões e a performance dos investimentos em infraestrutura no Brasil em 2023
  • 12h -O que você precisa conhecer e entender sobre o setor de infraestrutura em 2023 (PPPs, Concessões, leilões e infraestrutura)
  • 13h - Intervalo para almoço e networking
  • 14h - ESG E SUSTENTABILIDADE – Como o conceito de infraestrutura sustentável está sendo implementado no Brasil
  • 15h - Como o saneamento tornou-se o setor mais atrativo para investimentos
  • 16h - As oportunidades e os desafios no setor de transportes e mobilidade
  • 17h - Encerramento

QUERO PARTICIPAR DO FÓRUM INFRAESTRUTURA, CIDADES E INVESTIMENTOS