Vamos recuperar voto de quem quer derrotar o PT, diz Aécio

Candidato do PSDB à Presidência comemorou as pesquisas eleitorais divulgadas nesta terça

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, comemorou nesta quarta-feira as pesquisas eleitorais divulgadas na véspera, e disse que sua candidatura irá recuperar os votos daqueles que querem derrotar o PT.

Aécio comemorou até mesmo a pesquisa Ibope, que o mostrou estacionado em 19 por cento das intenções de voto, argumentando que o mesmo levantamento apontou crescimento de seu nome em todos os colégios eleitorais.

“Ontem (terça-feira) foram divulgadas três pesquisas por três órgãos diferentes. Em uma delas, que você cita uma diferença de dez pontos e é essa que mostra o nosso crescimento em todos os principais colégios eleitorais”, disse Aécio a jornalistas durante evento de campanha na cidade mineira de Uberaba.

“Uma outra divulgada por uma outra emissora de televisão, mostra que essa diferença é de cinco pontos”, acrescentou.

O Ibope mostrou Dilma à frente com 38 por cento, contra 29 por cento da candidata do PSB, Marina Silva, e 19 por cento de Aécio. Já levantamento do Vox Populi mostrou vantagem menor de Marina sobre o tucano. Nessa pesquisa, Dilma tem 40 por cento, a candidata do PSB soma 22 por cento e o tucano, 17 por cento.

Uma terceira pesquisa divulgada na terça e realizada pelo instituto MDA, apontou a petista com 36 por cento, Marina com 27,4 por cento e Aécio com 17,6 por cento.

“Não importa qual é a diferença. O que importa é que a nossa é a única candidatura que está crescendo e acredito que nós vamos recuperar aquele voto que quer derrotar o PT”, disse Aécio.

O tucano “lamentou” a decisão do governo brasileiro de não assinar um acordo proposto na Organização das Nações Unidas (ONU), que prevê desmatamento zero até 2030.

Ele também se comprometeu a incentivar o agronegócio e garantiu que, se eleito, a agricultura contará com o “tripé” : crédito, segurança jurídica e seguro.

“O Brasil deve e deve muito ao esforço do homem do campo, para ter hoje o mínimo de crescimento”, disse.

“Como nós vamos recuperar a capacidade do Brasil de crescer, eu tenho absoluta convicção que é exatamente onde nós já demonstramos enorme capacidade competitiva, que é no agronegócio, que podemos avançar mais do que em qualquer outro setor.”

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.