Seções são transferidas em Goiânia devido à ocupação de escolas

Mudança no local de votação foi amplamente divulgada com antecedência

Mais de 950 mil eleitores vão às urnas hoje (30) em Goiânia. Desse total, as mulheres são maioria – 521.856 e, ao todo, 2.747 urnas serão usadas neste segundo turno. Na capital goiana, concorrem à prefeitura os candidatos Íris Rezende (PMDB) e Vandelarn Cardoso (PSB). No primeiro turno, Íris obteve 40,47% dos votos válidos e Vanderlan, 31,84%.

Por causa da ocupação estudantil de escolas, institutos e universidades, sete seções eleitorais foram transferidas. Quem votaria no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), deve se dirigir ao Colégio Santo Agostinho, a cerca de 200 metros do IFG.

De acordo com o chefe da Seção de Sistemas Eleitorais do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), Patrício Rios, a mudança no local de votação foi amplamente divulgada pela imprensa. “A transferência dessas seções foi informada pela mídia, está todo mundo sabendo, então não deve haver dúvida. O colégio é bem próximo ao Instituto Federal. O eleitor não deve ter problema.”

Ele disse ainda que a votação deve ser rápida. A estimativa do TRE-GO é de que o tempo médio fique em torno de 40 segundos. Foi aproximadamente o que gastou o eleitor Hélio Soares Ribeiro, de 69 anos. Ele chegou cedo ao Colégio Maria Auxiliadora, onde vota. E explicou: “eu vim cedo para poder aproveitar o dia. Acho importante participar. Na próxima eleição, não serei mais obrigado, mas acho que vou votar, porque a gente precisa dar opinião, protestar por meio do voto”.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.