Senado aprova urgência para projeto que isenta PIS/Cofins sobre diesel

Ainda não há previsão, no entanto, de uma data de votação da proposta em si, já que o governo ainda busca uma solução para a redução a zero dos tributos

Brasília - O Senado aprovou na noite desta segunda-feira um requerimento que confere urgência ao projeto que além de reonerar a folha de pagamento de 28 setores da economia, também isenta até o fim do ano a cobrança de PIS/Cofins sobre o óleo diesel.

Ainda não há previsão, no entanto, de uma data de votação da proposta em si, já que o governo ainda busca uma solução para a redução a zero dos tributos, inserida durante a votação da medida na Câmara dos Deputados diante da paralisação dos caminhoneiros.

Executivo e Senado precisam definir se o texto do projeto será alterado para retirar a isenção, o que forçaria a proposta a passar por um segundo exame na Câmara dos Deputados, ou determinar uma fonte de recursos que compense a redução a zero do PIS/Cofins.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.