Senado aprova aumento de salário para defensores públicos

Senado aprovou aumento para defensores públicos federais, mas medida ainda precisa passar na Câmara

Brasília - O Senado aprovou nesta terça-feira aumento de salário para os funcionários da Defensoria Pública da União. O texto, de relatoria do senador Romero Jucá (PMDB-RR), ainda terá que ser analisado pela Câmara.

A proposta fixa os vencimentos do Defensor Público-Geral Federal em R$ 33.763,00 a partir de 1 de janeiro. O valor terá efeito cascata nos demais cargos. No parecer, Jucá não diz qual será o impacto do reajuste no Orçamento.

O peemedebista destacou a importância do trabalho dos defensores públicos e disse que o aumento inicial pretendido pela categoria era justo, porém não era viável para o momento econômico do país.

A Defensoria pedia que o teto fosse fixado em R$ 35.919,05. A expectativa é que o projeto seja votado ainda nesta quarta-feira na Câmara e sancionado pela Presidência da República até o final do ano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.