Resultado do Enem 2020 é divulgado; veja como e onde usar sua nota

Após um período de quase uma hora de instabilidade no sistema, o resultado está disponível tanto para os candidatos que fizeram a prova física quanto para aqueles que fizeram o Enem digital

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta segunda-feira, 29, as notas individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. O resultado da prova pode ser conferido na Página do Participante e também no aplicativo Enem Inep disponível no Google Play (para dispositivos Android) e na App Store (para iOS).

Após um período de quase uma hora de instabilidade no sistema, o resultado está disponível tanto para os candidatos que fizeram a prova física quanto para aqueles que fizeram o Enem digital. Alunos treineiros, que ainda não terminaram o ensino médio, só terão acesso às notas no dia 28 de maio.

O candidato pode acessar a página do participante com o login gov.br, um acesso único a diversos serviços digitais do Governo Federal. Em caso de dúvidas ou dificuldades, o MEC disponibilizou um telefone para consultas: 0800 616161. Veja abaixo o passo a passo para consultar sua nota.

Como consultar o resultado do Enem 2020

Acesse https://enem.inep.gov.br/participante/#!/

No chat, clique em "Página do Participante - Entrar com gov.br"

Digite seu CPF, clique em "Avançar" e digite sua senha. Clique em "Entrar".

Na próxima página você deve selecionar qual edição do Enem deseja consultar, caso tenha prestado a prova mais de uma vez.

Como recuperar a senha

Acesse https://enem.inep.gov.br/participante/#!/

No chat, clique em "Página do Participante - Entrar com gov.br"

Digite seu CPF e clique em "Avançar"

Selecione "Esqueci minha senha" e escolha algum modo de recuperação disponível.

Os resultados estão divididos entre as cinco áreas do conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e Redação.

Entenda como é calculada a nota do Enem

Cada questão do Enem tem um peso diferente. Por isso, pessoas que acertam o mesmo número de questões podem ter notas distintas. Isso acontece porque a prova é corrigida com base na Teoria de Resposta ao Item (TRI), que leva em conta a coerência das respostas do participante. Se o candidato acerta perguntas consideradas difíceis e erra as fáceis, o sistema aponta que há mais chances de ele ter "chutado" as respostas e a nota cai.

A redação é corrigida com base em cinco competências: domínio da língua portuguesa, compreensão da proposta da redação, seleção e organização das informações, capacidade de argumentação e, por fim, elaboração de uma proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Todas as competências têm o mesmo peso.

O seu resultado final vai depender do curso e da universidade escolhidos. No Sistema de Seleção Unificada (SiSU), por exemplo, algumas faculdades determinam pesos diferentes para as áreas do conhecimento, enquanto em outras todas elas têm o mesmo peso.

Para saber a sua média, veja os critérios estabelecidos pelo curso que você deseja entrar e, então, faça o cálculo. Se o peso for igual para todas as áreas do conhecimento, basta somar todas as notas e dividir por cinco para obter a média final.

Onde usar

Sistema de Seleção Unificada (SiSU)

O SiSU seleciona estudantes para vagas em instituições públicas de ensino superior do País. No entanto, com o adiamento da prova algumas universidades ficarão de fora do programa. Até o momento há 110 instituições cadastradas para ofertar vagas por meio do sistema de seleção. Veja aqui quais são elas.

Como pré-requisito, o candidato precisa ter atingido uma nota acima de zero na redação do Enem. O estudante pode escolher até duas opções de cursos ofertados pelas universidades participantes e o sistema irá selecionar os mais bem classificados de cada curso, de acordo com as notas no exame.

As inscrições para o SiSU vão de 6 a 9 de abril e o resultado da primeira chamada sai no dia 13.

Programa Universidade para Todos (Prouni)

O Prouni oferece bolsas de estudo integrais (100%) e parciais (50%) em instituições particulares de educação superior. O programa é voltado a alunos que cursaram todo o ensino médio na rede pública ou para quem estudou na rede particular como bolsista integral da própria escola. Pessoas com deficiência também podem participar do programa independente de onde tenham estudado. Também há vagas para professores da educação básica da rede pública.

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa.

Para se inscrever no Prouni o estudante precisa obter pelo menos 450 pontos no Enem e não pode zerar a redação. O candidato também não pode ter diploma de curso superior. Veja mais detalhes sobre o Prouni aqui.

Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)

O Fies é a modalidade em que o governo financia seu estudo, com cobrança gradual ao longo dos anos. O programa é voltado a estudantes com renda bruta de até três salários mínimos e que tenham feito alguma edição do Enem a partir de 2010. Para se inscrever o candidato deve obter média acima de 450 no Enem e não pode zerar a redação.

A taxa real de juro é zero e o estudante começará a pagar a dívida quando concluir o curso. O valor da parcela varia de acordo com a renda e, se o estudante não possuir renda, deverá pagar o valor mínimo. Saiba mais sobre o Fies aqui.

Ingresso direto em universidades

Algumas universidades que ficaram de fora do SiSU, como a Universidade de Brasília (UnB), vão aceitar a nota do Enem 2020 em processos seletivos próprios. Algumas faculdades privadas também aceitam a nota.

Universidades portuguesas

A nota do Enem também pode ser utilizada para processos seletivos em cerca de 50 instituições de ensino superior de Portugal, que utilizam seus próprios sistemas de regras e pesos de notas para a seleção. Vale ficar de olho na necessidade de revalidação do diploma e possibilidade de exercício da profissão ao voltar para o Brasil. As inscrições, resultados do processo seletivo e lista de espera seguem as regras e calendário de cada instituição. A lista de instituições está disponível no site do Inep.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.