Brasil
Acompanhe:

PSDB e União Brasil anunciam Datena como candidato ao Senado em SP

Datena vai dividir palanque com o vice-governador do Estado Rodrigo Garcia (PSDB), pré-candidato ao governo

Datena: o apresentador lidera com folga as intenções de voto para a disputa ao Senado em São Paulo (Isac Nóbrega/PR/Flickr)

Datena: o apresentador lidera com folga as intenções de voto para a disputa ao Senado em São Paulo (Isac Nóbrega/PR/Flickr)

E
Estadão Conteúdo

24 de março de 2022, 17h29

O PSDB e o União Brasil anunciaram nesta quinta-feira, 24, que o apresentador José Luiz Datena (União Brasil) será candidato ao Senado por São Paulo e vai compor uma coligação das siglas no Estado, dividindo o palanque com o vice-governador do Estado Rodrigo Garcia (PSDB), pré-candidato ao governo.

"Nossos partidos compartilham dos mesmos princípios, conjugam os mesmos ideais e vamos trabalhar para que São Paulo e os paulistas estejam nas mãos competentes e sob o olhar humano de nossos candidatos", escreveram as siglas em nota conjunta assinada pelo presidente do PSDB, Bruno Araújo, e do União Brasil, Luciano Bivar. As legendas também defenderam que Datena "engrandece" a coligação.

Como o Estadão mostrou, Datena lidera com folga as intenções de voto para a disputa ao Senado em São Paulo. Levantamento da Quaest divulgado na semana passada mostra que o apresentador segue com 39% das intenções de voto, seguido pelo ex-governador Márcio França (PSB), com 15% e pelo empresário Paulo Skaf (MDB), com 13%.

Já Garcia, apoiado pelo presidenciável João Doria (PSDB), enfrenta outro cenário nas intenções de voto. No mesmo levantamento, ele aparece na sexta colocação, empatado com a presidente do Podemos Renata Abreu, os dois com 3% das intenções de voto.

Leia mais

Lula tem 40%; Bolsonaro, 29%. Ciro e Moro têm 9% cada, diz EXAME/IDEIA

Aprovação de Bolsonaro está em 32%, a mais alta em pouco mais de um ano

Tarcísio acerta filiação ao Republicanos para disputar governo de SP