Professores discutem reivindicações na prefeitura de SP

Dirigentes estão reunidos com o secretário municipal de Educação para negociar as reivindicações dos professores paulistanos

São Paulo – Dirigentes do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo estão reunidos com o secretário municipal de Educação, Antonio Cesar Russi Callegari, na sede da prefeitura, para negociar as reivindicações dos professores paulistanos, que estão em greve há mais de um mês.

De acordo com o sindicato da categoria, os profissionais estão concentrados em frente à prefeitura desde as 14h30.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que no momento as duas faixas do Viaduto do Chá e parte da Rua Liberó Badaró estão totalmente bloqueadas.

Os profissionais reivindicam a incorporação de um bônus complementar ao salário, de 15,38%.

Assim, o salário inicial passaria para R$ 3 mil em uma jornada semanal de 40 horas.

Além disso, pedem a valorização profissional e melhorias nas condições de trabalho.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.