Prefeitura libera mais R$ 159 milhões para Itaquerão

Em outubro o governo municipal, após pressão de Andrés Sanchez, responsável pela obra do novo estádio do Corinthians, já havia liberado R$ 125 milhões

São Paulo - A Prefeitura de São Paulo liberou nesta sexta-feira mais R$ 159 milhões em incentivos fiscais para a construção do Itaquerão, o futuro estádio do Corinthians.

A arena, cujas obras não foram totalmente liberadas após acidente no fim de novembro, vai receber o jogo de abertura da Copa do Mundo do próximo ano.

Em outubro o governo municipal, após pressão de Andrés Sanchez, responsável pela obra do novo estádio do Corinthians, já havia liberado R$ 125 milhões. Em abril, o depósito foi de R$ 96 milhões.

Ao todo, o fundo de investimentos responsável pelo Itaquerão recebeu, a cinco meses da abertura da Copa do Mundo, R$ 380 milhões em CIDs (certificados de incentivo de desenvolvimento). Ainda faltam R$ 50 milhões. A lei que autorizou a cessão de R$ 420 milhões para a construção da arena corintiana, aprovada pela Câmara Municipal em 2011, é de autoria do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD).

Os CIDs recebidos pelo fundo da prefeitura poderão ser adquiridos por empresas do mercado mobiliário para quitação de ISS e IPTU, em 2014.

O dinheiro deve ser usado para quitar dívidas da obra, prevista para ser concluída até o dia 15 de abril, nova data estipulada pela Fifa. O jogo de abertura da Copa ocorrerá menos de dois meses depois, no dia 12 de junho, quando o Itaquerão receberá o duelo entre Brasil e Croácia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.