Prazo para alistamento militar vai até 30 de julho

O brasileiro residente no exterior em idade de alistamento deve dirigir-se à representação consular (Consulado ou Embaixada) mais próxima e realizar o seu alistamento

O prazo para o alistamento militar começou sexta-feira (2) e vai até 30 de junho para os cidadãos brasileiros do sexo masculino nascidos em 1997 e que completam 18 anos em 2015. Neste período, os jovens devem se apresentar à Junta de Serviço Militar (JSM) municipal mais próxima da sua residência.

O alistamento militar é obrigatório e independe de grau de escolaridade.O Serviço Militar inicial obrigatório tem duração de 12 meses, e pode ser reduzido por dois meses ou prorrogado por até seis meses.

Os documentos necessários para o alistamento são: certidão de nascimento ou equivalente (identidade, carteira de habilitação ou de trabalho), comprovante de residência, foto 3x4 recente, de frente e sem retoques. No caso de ser naturalizado, levar a prova de naturalização ou certidão do termo de opção. Também existe a opção de pré-alistamento, que visa a acelerar o processo, para que o cidadão permaneça o mínimo de tempo na JSM.

Segundo o Ministério da Defesa, caso o cidadão tenha filhos, também é necessária a apresentação das certidões de nascimento das crianças. Jovens com deficiência precisam apresentar atestado médico. Todos os documentos devem ser originais.

O brasileiro residente no exterior em idade de alistamento deve dirigir-se à representação consular (Consulado ou Embaixada) mais próxima e realizar o seu alistamento. Assim que retornar ao Brasil, deverá procurar uma Junta de Serviço Militar.

Os cidadãos poderão indicar sua preferência pela Marinha, Exército ou Força Aérea durante a seleção geral, que ocorre ainda em 2015. Somente será atendido, caso se enquadre nos perfis previamente estabelecidos para cada força armada, de acordo com a disponibilidade de vagas, sendo incorporado somente em 2016.

Caso o jovem perca o prazo de alistamento, deverá pagar uma multa, comparecer à JSM e alistar-se. Se isso não acontecer, o brasileiro estará em débito com o serviço militar e perderá alguns direitos, como a obtenção de passaporte, direito de prestar exame ou se matricular em instituições de ensino, inscrição em concurso público.

O Ministério da Defesa orienta que o jovem fique atento ao horário de funcionamento da sua junta militar e não se apresente vestido com camiseta regata ou bermuda. Tatuagens, barba ou corte de cabelo não impedem o ingresso ao serviço militar.

De acordo com o Exército Brasileiro, atualmente, há um grande número de jovens alistados voluntários para prestar o serviço militar. Segundo o major Pinguelli, Presidente da Comissão de Seleção das Forças Armadas de Brasília, a procura tem aumentado devido ao panorama de emprego no DF. “Eles sempre dizem que querem servir porque é um sonho de criança, por causa da aventura ou pela autoridade, mas eu acredito que isso se deve ao fato de ser um emprego garantido durante um ano: o cidadão pode ficar até seis. O soldo aumenta podendo chegar até cerca de R$ 1.500. O indivíduo só é analisado pela sua condição cívica. Mas, no quartel, fazemos um levantamento do perfil desses jovens e pelo nosso parecer a maioria é de classe D e E.

Os dados da Seção de Serviço Militar informam que, de 2011 a 2014, houve 10 mil jovens incorporados às Forças Armadas. Destes, 95% são voluntários. Para este ano, a expectativa é de que 2 mil jovens façam o alistamento militar obrigatório. Para Thiago Fontenele Santos, residente em Curionópolis (Pará), o emprego de soldado ajudará a pagar os estudos.“Acho que o salário vai facilitar bastante, pois a vai dar para cobrir as despesas da faculdade. E claro, servir é uma aventura”.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.