Portugal, Cabo Verde e Guiné Bissau: os chefes de Estado que estarão no 7 de Setembro

Em comemoração ao bicentenário, Bolsonaro receberá líderes dos países de língua portuguesa em evento no Itamaraty
Bicentenário da Independência: Presidente de Portugal irá participar das comemorações (Horacio Villalobos#Corbis/Getty Images)
Bicentenário da Independência: Presidente de Portugal irá participar das comemorações (Horacio Villalobos#Corbis/Getty Images)
A
Agência O Globo

Publicado em 06/09/2022 às 18:31.

Última atualização em 06/09/2022 às 19:58.

A convite do presidente Jair Bolsonaro, chefes de Estado e enviados especiais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) vão se reunir, na noite desta terça-feira, em uma recepção promovida pelo Itamaraty, na véspera das comemorações do Bicentenário da Independência. Também são esperados os chefes das embaixadas estrangeiras instaladas em Brasília.

Os líderes da CPLP continuarão em Brasília quarta e quinta-feira, durante as comemorações da Independência. Amanhã, ao lado de Bolsonaro, todos assistirão ao desfile cívico-militar de 7 de Setembro no palanque presidencial, na Esplanada dos Ministérios.

Confirmaram presença os presidentes de Portugal, Marcelo Rebelo de Souza; Cabo Verde, José Maria Neves; e Guiné Bissau, Umaro Sissoco Embaló. A expectativa é que Bolsonaro tenha encontros bilaterais separados com os três presidentes. Já Angola e Moçambique mandaram representantes.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores destacou que o convite e a presença de autoridades desses países "simbolizam os laços históricos que os unem ao Brasil".

No dia 8, os representantes da CPLP assistirão à Sessão Solene do Congresso Nacional em celebração ao Bicentenário. A ideia é reunir Portugal, Brasil e as ex-colônias portuguesas.

A sessão será realizada no Plenário da Câmara dos Deputados. Devem participar da mesa, além de Bolsonaro, os presidentes do Senado e da Câmara, Rodrigo Pacheco e Arthur Lira; o presidente de Portugal e o primeiro-secretário da Mesa do Congresso Nacional, deputado Luciano Bivar.

LEIA TAMBÉM:

Prefeitura do Rio divulga esquema de trânsito para 7 de setembro, Rock in Rio e jogo do Flamengo

Lula deixa de poupar Ciro e critica Bolsonaro por 7 de Setembro