PEC do Teto pode ser 1ª e última conquista de Temer. Entenda

Para Raul Velloso, o Planalto chega enfraquecido à negociação da Previdência e a perda de capital político aumenta as chances de fracasso do projeto

São Paulo - A proposta de emenda constitucional que limita os gastos públicos, aprovada na terça-feira, 13, no Senado, deve ser a última reforma fiscal conquistada pelo governo Temer, que poderá ser forçado a tentar corrigir as contas públicas via aumento de impostos, avaliou nesta quarta-feira, 14, o consultor econômico Raul Velloso.

Para o especialista em finanças públicas, o Planalto chega enfraquecido à negociação da reforma da Previdência e a perda de capital político aumenta as chances de fracasso do projeto.

"Não consigo ver um Congresso que está se desmanchando aprovar algo tão impopular. O governo está muito fraco e o Congresso será muito pressionado. A fase áurea de tratamento de questão fiscal acabou", comentou Velloso durante seminário promovido na capital paulista pela InterNews.

"Não consigo ver que Congresso e Executivo estejam em condições de ter atuação conjunta necessária para aprovar esse tema", acrescentou.

Segundo Velloso, o governo precisará, então, olhar para o aumento da carga tributária, um caminho que, para ele, é o ideal, mas que esbarra na resistência da sociedade.

Por isso, se for o caso, a equipe econômica terá que propor tributos que incomodem o menos possível, assinalou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.