Operação de combate a estelionato prende 33

A Factum é resultado de cinco anos de investigação. Polícia diz que foi comprovada clonagem de CPFs, empréstimos e compra de carros em nomes de "laranjas"

Fortaleza - Um total de 33 presos. Este é o resultado, até as 15 horas desta quinta-feira, da Operação Factum, promovida pelas Policias Civis de São Paulo e do Ceará.

São 22 prisões no Ceará e 11 em São Paulo. A operação, que cumpre 40 mandatos de prisão e dezenas de busca e apreensão, visa combater crimes de estelionato.

Os mandados de prisão no Ceará foram determinados pelo juiz da 2.ª Vara de Itapipoca, Gonçalo Benício. As prisões aconteceram em Itapipoca, Amontada, Trairi e Uruburetama.

A Factum é resultado de cinco anos de investigação, na qual a polícia diz que foi comprovada clonagem de Cadastros de Pessoas Físicas (CPFs), empréstimos e compra de carros em nomes de "laranjas".

De acordo com o delegado de Amontada, Alexandre Ferraz, os presos no Ceará "são cearenses que vão fazer faculdade do crime em São Paulo".

"Eles saíram da zona rural e passaram a ter carros importados, prédios, tudo isso em menos de dois anos."

A operação apreendeu máquinas de clonagem, cheques adulterados e em branco, chupa-cabras, CPFs e Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.