Obras do Itaquerão são retomadas com 1.350 operários

O cronograma segue normalmente em todos os prédios, exceto em 30% da área do prédio leste, onde ocorreu o acidente que deixou dois operários mortos

São Paulo - Cinco dias após a queda de um guindaste e a morte de dois operários, as obras do Itaquerão foram retomadas nesta segunda-feira em Itaquera, na zona leste de São Paulo. O estádio do Corinthians, que será utilizado na Copa do Mundo de 2014, deveria ser entregue no fim do ano mas, por conta da tragédia, os prazos serão prorrogados.

De acordo com a Odebrecht, responsável pela obra, o canteiro de obras conta atualmente com o efetivo de 1.350 trabalhadores. O cronograma segue normalmente em todos os prédios, exceto em 30% da área do prédio leste, exatamente onde ocorreu o acidente. Ainda segundo a construtora, a área interditada corresponde a menos de 5% da obra.

No prédio oeste, o que ainda apresenta mais coisas a se fazer, serão retomados trabalhos de revestimento, colocação de vidros e pintura em camarotes, colocação dos assentos definitivos nas arquibancadas, e serviços de instalação elétrica, hidráulica, combate a incêndio, e ar condicionado.

Ainda de acordo com a Odebrecht, o gramado passa por manutenção, com fixação de fibras sintéticas, além da continuidade de instalação dos sistemas de resfriamento da grama. Vinte e seis mil assentos já foram instalados e o serviço também será retomado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.