A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Nível do Rio Acre baixa na pior seca do estado em 45 anos

Em uma semana, o nível do Rio Acre, que abastece oito municípios acreanos, baixou cerca de 20 centímetros

O Acre enfrenta a pior seca dos últimos 45 anos. Em uma semana, o nível do Rio Acre, que abastece oito municípios acreanos, baixou cerca de 20 centímetros, chegando hoje (22) a1,6 metro em Rio Branco, capital do estado.

O major Cláudio Falcão, do Corpo de Bombeiros, disse que essa é a menor cota já registrada para o período.

"É a menor cota em 45 anos de medições da Defesa Civil. Nesse momento, enfrentamos uma escassez de água, porque estamos no mês de julho. A menor marca da história ocorreu em setembro de 2011, atingindo 1,5 metro. Isso foi em setembro e nós ainda estamos em julho. Por isso, a situação é bastante complicada aqui em Rio Branco".

Navegação

No início do mês, o governador Tião Viana decretou situação de emergência no estado por causa da seca. Como o abastecimento de água na capital está comprometido, o major Cláudio não descartou o racionamento.

No interior do estado, o cenário é o mesmo. O rio já atingiu a menor cota dos últimos anos, chegando a 1,24 metro em Brasiléia e em Epitaciolândia, na fronteira do Brasil com a Bolívia.

Com níveis tão baixos, o major alerta para os riscos de navegação no Rio Acre. "Os barcos maiores estão impossibilitados de navegar porque a lâmina d'água é muito baixa nesse momento. Então, a navegação ainda é possível ser feita com barcos menores, mas com muito cuidado", acrescentou.

Queimadas

Segundo o militar, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil pedem para as pessoas que usam barco para navegação evitarem a navegação à noite, quando a  falta de visibilidade pode causar acidentes e afogamentos

Outra preocupação nesse período são as queimadas urbanas e incêndios florestais, que, em decorrência da seca, aumentam e ganham proporções maiores.

De janeiro até agora, o Acre registrou 340 focos de incêndio, mais que o dobro do computado no mesmo período do ano passado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também