Manifestantes voltam à casa do governador Sérgio Cabral

Os manifestantes pediram insistentemente a renúncia imediata de Cabral, que deixará o mandato no fim de 2014

Rio de Janeiro - Centenas de manifestantes se concentraram nesta quinta-feira na frente da casa do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, três dias depois de a Polícia os retirar do local, que ocuparam por dez dias.

A manifestação pacífica dá continuidade a onda de protestos que se estenderam por todo o Brasil, obrigou o fechamento do trânsito em um dos sentidos da avenida Delfim Moreira, que dá vista as praias de Ipanema e Leblon.

Os manifestantes pediram insistentemente a renúncia imediata de Cabral, que deixará o mandato no fim de 2014.

A Polícia desmontou na madrugada da última terça-feira um acampamento com várias barracas em frente à residência do governador, localizada em um dos bairros mais luxuosos do Rio de Janeiro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.