Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Maia pode anunciar nesta terça candidato à presidência da Câmara

Nome definido pelo bloco do atual presidente enfrentará o líder do Centrão, Arthur Lira (PP-AL), defendido pelo presidente Jair Bolsonaro

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pode anunciar nesta terça-feira, 15, o candidato que apoiará na eleição pela sucessão na presidência da Casa, que acontecerá em 1º de fevereiro. O nome disputará o pleito com o líder do Centrão, deputado Arthur Lira (PP-AL), defendido pelo presidente Jair Bolsonaro.

Maia tem se encontrado frequentemente com deputados para decidir o melhor candidato — entre os cotados, estão Baleia Rossi (MDB-SP) e Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). Ele passou a tarde desta segunda-feira, 14, na Residência Oficial da Câmara discutindo o assunto com aliados. Também recebeu lideranças como PSB, PT e PCdoB, para avaliar qual nome tem mais potencial de agregar apoio da esquerda.

Deputados próximos a Maia afirmam que Marcos Pereira (Republicanos-SP), primeiro vice-presidente da Câmara, poderia ser uma opção viável, com mais chances de vencer Lira. Mas, na semana passada, Pereira saiu do bloco de Maia e se colocou como terceira via na eleição. Agora, existe a possibilidade de que ele se alie ao candidato do governo.

Com o centro e a direita divididos, os partidos de esquerda podem definir o pleito. Maia e Lira buscam garantir apoio entre as legendas. Nas conversas, o atual presidente da Câmara alega que seu sucessor seria uma opção mais moderada e independente do governo, que não apoiaria pautas de costume e ideológicas. Já Lira evita mencionar Bolsonaro e afirma que não será "tutelado" por ninguém.

Na semana passada, seis bancadas aliadas a Maia se uniram em um novo bloco parlamentar para atuar a partir de 2021 na Câmara, de olho na eleição da Mesa Diretora. Além do DEM, MDB, PSL, PSDB, Cidadania e PV devem declarar apoio ao candidato de Maia. O grupo conta com 157 deputados.

Já Lira, ao lançar a candidatura, na última quarta-feira, 9, anunciou apoio do Centrão, bloco liderado por ele e formado por PL, PP, PSD, Solidariedade e Avante. Juntas, as bancadas têm 135 deputados. Além deles, manifestaram apoio à candidatura o Patriota e o PSC, além da sinalização do Pros, com a participação do deputado Eros Biondini (MG) ao lado de Lira na mesa.

Ao agregar PSC, Patriota e Pros, o número de apoiadores sobe para 160 deputados. No discurso de lançamento, Lira afirmou que a executiva nacional do PTB também já aprovou o apoio ao nome dele, mas falta decidir o novo líder do partido na Câmara para oficializá-lo. Caso a aliança seja confirmada, serão mais 11 votos para o candidato do governo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também