Ingressos da Copa estão a US$ 15 para jogos impopulares

Os ingressos estão sendo vendidos no mercado secundário a 89% abaixo do valor nominal

Rio de Janeiro – Os ingressos para a Copa do Mundo estão sendo vendidos no mercado secundário a 89 por cento abaixo do valor nominal, por apenas US$ 15,48, pois os torcedores estão desprezando os jogos que não acontecerão nas cidades do sul do Brasil.

No Viagogo, o acesso mais barato para uma partida é para uma entrada para o jogo Costa do Marfim x Grécia, no Castelão de Fortaleza, com o valor nominal de US$ 135.

Os ingressos para assistir à tricampeã Alemanha no mesmo lugar, estão disponíveis a 44 por cento abaixo do seu valor nominal.

Os atrasos na construção podem estar afetando o mercado de revenda, disse Oliver Wheeler, porta-voz em Londres da Viagogo, plataforma de troca de entradas com sede em Genebra.

O campeonato de um mês de duração começará daqui a duas semanas, com o jogo Brasil x Croácia em São Paulo, em um dos três estádios que ainda não foram terminados. Uma barraca será usada no aeroporto de Fortaleza durante o campeonato porque um novo terminal não ficará pronto a tempo.

“Alguns dos preços das entradas foram diretamente relacionados à confiança na infraestrutura”, disse Wheeler.

O governo do Brasil, que está investindo US$ 11 bilhões no evento, distribuiu os jogos em 12 lugares do país e a maior parte das pechinchas são para os jogos que acontecerão nas cidades do norte e do nordeste.

O alagamento que ocorreu nesta semana em Manaus “com certeza provocou um impacto na confiança das pessoas” em relação aos jogos que ocorrerão lá, disse Wheeler. Um ingresso para Honduras x Suíça, no dia 25 de junho, em Manaus, pode ser comprado por US$ 27,27.

Preços premium

No entanto, os ingressos para os jogos em São Paulo e no Rio e para os jogos da fase eliminatória estão sendo vendidos acima do preço oficial. O ingresso mais barato anunciado para a final no Maracanã, no dia 13 de julho, é de US$ 5.100, mais de dez vezes o valor nominal de US$ 440.

Wheeler disse que espera que os preços caiam ainda mais nos próximos dias.

“Bem no início você sempre encontra oportunistas tentando vender seus ingressos a preços altos; à medida que a data se aproxima, os verdadeiros valores do mercado se evidenciam”, disse. “Esses ingressos vão diminuir de preço, sem dúvida”.

Os torcedores que comprarem ingressos de revendedores podem estar se arriscando. A FIFA disse que é o único revendedor autorizado e que proíbe que terceiros vendam entradas para obter lucro.

O órgão regulador do futebol disse que não vai aceitar ingressos que forem identificados como vendidos em outras plataformas.

A Viagogo não oferece ingressos de jogos para a Copa do Mundo em países como o Reino Unido e o Brasil, onde a revenda é ilegal.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.