Brasil

Gratidão não está entre as qualidades do presidente, diz Joice Hasselmann

Hasselmann afirma que já esperava ser destituída como "retaliação"; para ela, Bolsonaro usou a Presidência da República para interferir no Legislativo

Joice Hasselmann: deputada deixou a liderança do governo após disputas internas no PSL (Valter Campanato/Agência Brasil)

Joice Hasselmann: deputada deixou a liderança do governo após disputas internas no PSL (Valter Campanato/Agência Brasil)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 18 de outubro de 2019 às 07h37.

Última atualização em 18 de outubro de 2019 às 08h30.

Destituída da posição de líder do governo no Congresso, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro usou a Presidência da República para interferir no Legislativo.

"O próprio presidente estava ligando e pressionando deputados para assinar uma lista", disse, em referência à tentativa do presidente de fazer seu filho, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), líder da bancada do PSL na Câmara.

A sra. esperava ser afastada da liderança do governo?

Já esperava como retaliação, mas com um pouco mais de respeito, fidalguia e gratidão por todo esse tempo que eu me dediquei.

Afinal de contas, carreguei muitas coisas nas costas, apaguei incêndios e atuei para construir pontes quando o governo atuou para implodir.

Mas sabia que a gratidão não está entre as qualidades que cercam o presidente.

Já pensava em deixar o cargo?

Na semana passada, comuniquei ao meu partido que eu mesma deixaria a liderança.

A Presidência da República estava sendo usada para interferir em outro poder, que é o Legislativo. O próprio presidente estava ligando e pressionando deputados para assinar uma lista.

Por que não assinou a lista de Bolsonaro que pedia para Eduardo ser o novo líder?

Eduardo seria o pior dos líderes. Ele não é nada conciliador.

Como deve ser a atuação da senhora a partir de agora?

Vou continuar minha luta no combate à corrupção. Vou continuar apoiando o presidente nas pautas em que ele realmente estiver ao lado do Brasil. Vou me dedicar ainda mais pelo mandato e à campanha pela Prefeitura de SP.

Acompanhe tudo sobre:Governo BolsonaroJair BolsonaroJoice HasselmannPSL – Partido Social Liberal

Mais de Brasil

Roberto Jefferson paga R$ 40 mil à PF por conserto de viatura que atingiu com 42 tiros

Brasil inclui luta contra racismo pela 1ª vez na agenda do G20

AliExpress e Shopee antecipam data de taxação de compras de até US$ 50; veja quando passa a valer

PM impõe 100 anos de sigilo a processos disciplinares de Mello, candidato a vice de Nunes em SP

Mais na Exame