Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Genoino diz ter respaldo e votos para voltar à Câmara

Condenado a penas que somam 6 anos e 11 meses de prisão por corrupção ativa e formação de quadrilha, Genoino é suplente do petista Carlinhos Almeida

	José Genoino: o STF ainda não decidiu se os parlamentares condenados no mensalão também devem perder os mandatos ou se essa decisão caberia à Câmara
 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
José Genoino: o STF ainda não decidiu se os parlamentares condenados no mensalão também devem perder os mandatos ou se essa decisão caberia à Câmara (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
L
Luísa MeloPublicado em 21/11/2012 às 08:46.

São Paulo - O ex-presidente do PT e suplente de deputado José Genoino (SP) disse que tem respaldo legal para assumir o mandato na Câmara em 2013.

Condenado a penas que somam 6 anos e 11 meses de prisão por corrupção ativa e formação de quadrilha no processo do mensalão, Genoino é suplente do petista Carlinhos Almeida, eleito prefeito de São José dos Campos (SP).

Em entrevista divulgada nesta terça-feira (20) à noite pela TVT, emissora ligada ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Genoino lembrou que recebeu 92 mil votos em 2010 - foram 92.362 - e que sua posse como deputado teria respaldo constitucional.

Entretanto, o petista não disse de forma específica que quer retornar à Câmara ou se vai pedir para ser empossado.

O Supremo Tribunal Federal ainda não decidiu se os parlamentares condenados no julgamento do mensalão também devem perder os mandatos ou se essa decisão caberia à Câmara.