Faxineira é autuada por furto após comer bombom de delegado

Mulher se propôs a pagar o valor do chocolate, mas o delegado recusou

São Paulo – Uma faxineira foi autuada por furto qualificado após ser flagrada comendo um bombom de chocolate na sede da Polícia Federal (PF) em Boa Vista, em Roraima.

O caso aconteceu na última quinta-feira, segundo apurou o site UOL. O chocolate pertencia ao delegado Agostinho Carcado, corregedor da PF em Roraima, e estava em cima de uma mesa. 

O furto foi registrado pelas câmeras de segurança. Logo após o flagra, foi aberta uma "notícia-crime" contra a mulher, que não chegou a ser presa. Ela se propôs a pagar o valor do chocolate, mas o delegado recusou.

Ao UOL, o presidente da seccional Roraima da Ordem dos Advogados do Brasil, Jorge Fraxe, disse que a autuação da faxineira foi "desproporcional", uma vez que o ato não feriu o patrimônio. Para Fraxe, não haveria a necessidade de abrir um inquérito policial sobre o caso.

De acordo com a PF, o inquérito foi arquivado feira por se tratar de "crime de valor irrisório". 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.