Executivo preso na Lava Jato pede desbloqueio de contas

Advogados de diretor da UTC, preso durante a Operação Lava Jato, pediram o desbloqueio das contas bancárias à Justiça Federal

Brasília - Os advogados de Ricardo Pessoa, diretor da empreiteira UTC, preso em novembro do ano passado, na sétima fase Operação Lava Jato, da Polícia Federal, pediram hoje (8) o desbloqueio das contas bancárias à Justiça Federal.

Por determinação do juiz federal Sérgio Moro, as contas dos investigados foram bloqueadas até o limite de R$ 20 milhões, para garantir ressarcimento em eventuais condenações por corrupção.

Na petição, a defesa do empresário alega que os bancos extrapolaram a decisão judicial e impedem o livre uso das contas para pessoas autorizadas a fazer saques e outras movimentações.

"A impossibilidade de livre utilização das contas bancárias de titularidade do requerente, sendo uma das delas inclusive co-titularizada por sua esposa, tem trazido diversos e ilegais transtornos aos parentes do requerente, como é fácil de se depreender", disse a defesa.

Ricardo Pessoa é réu em duas ações penais na Justiça Federal em Curitiba. Ele é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de coordenar o funcionamento do cartel entre empreiteiras que tinham contratos com a Petrobras.

Segundo depoimentos de delação premiada de Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, diretor da Toyo Setal, as empreiteiras envolvidas no esquema participavam de um "clube" para distribuir entre si os contratos com órgãos públicos, principalmente oriundos da estatal.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também