Ex-prefeito diz que roubou menos do que sucessor e é aplaudido no Piauí

"Não é que Cocal seja o fim do mundo, mas com essa administração todos padecem", afirmou José Maria Monção
"Fui prefeito três vezes, sei do sofrimento, mas também não roubei o tanto que esse aí roubou, não, tá entendendo?" (Reprodução/Reprodução)
"Fui prefeito três vezes, sei do sofrimento, mas também não roubei o tanto que esse aí roubou, não, tá entendendo?" (Reprodução/Reprodução)
D
Da redação, com Estadão ConteúdoPublicado em 08/09/2020 às 10:43.

Durante a convenção do MDB de Cocal, no Piauí, um ex-prefeito da cidade afirmou, em discurso, que roubou menos do que o sucessor, o atual prefeito, Rubens Vieira (PSDB),

A frase foi recebida com risos e aplausos. "Não é que Cocal seja o fim do mundo, mas com essa administração todos padecem", afirmou José Maria Monção.

"Fui prefeito três vezes, sei do sofrimento, mas também não roubei o tanto que esse aí roubou, não, tá entendendo?", disse ele no discurso em apoio ao à candidatura de Cristiano Brito nas eleições municipais deste ano.

E continuou: "Eu posso até ter tirdo alguma coisa dos pobres (...) se eu tivesse feito tudo direito, não teria sido preso, né?".

Monção já foi preso em uma operação da Polícia Federal sob acusação de desviar recursos da educação.