A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Escola Sem Partido critica Bolsonaro

Procurador Miguel Nagib anunciou que as atividades do movimento serão suspensas a partir do dia 1º por falta de apoio

O procurador Miguel Nagib anunciou que as atividades do Escola Sem Partido serão suspensas "por absoluta falta de apoio", a partir do dia 1.º. O líder do movimento, que diz querer "dar visibilidade" à "doutrinação" e à "propaganda ideológica, política e partidária nas escolas", divulgou nota na internet sobre sua frustração com o presidente Jair Bolsonaro.

Nagib afirma que o movimento, surgido em 2004, é a principal referência sobre o tema no País. Contou ainda ter ficado esperançoso com Bolsonaro e "a promessa de combater a ideologia de gênero e implantar o Escola sem Partido". "Desde o início do governo de transição, não lembro de tê-lo ouvido falar em Escola sem Partido."

 

Ele relatou ter se reunido com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, mas disse que o diálogo não foi satisfatório. Para Nagib, apesar de a agenda legislativa ter sido ocupada pela reforma da Previdência, o Executivo poderia ter "escutado sugestões" do movimento.

"O Escola Sem Partido já foi vitorioso. Trouxe o debate ao público", afirmou o deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP). Planalto e Ministério da Educação não se manifestaram. Propostas como a do Escola sem Partido sofrem críticas de entidades de educação e da Organização das Nações Unidas (ONU). 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também