Embaixador dos EUA fará teste da covid-19 após ter almoçado com Bolsonaro

Twitter oficial da embaixada americana informou que Todd Chapman não apresenta nenhum sintoma, mas "está tomando as precauções"

O embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, vai realizar o teste para o novo coronavírus, após ter tido contato com o presidente Jair Bolsonaro, que está com sintomas da doença.

Nesta madrugada, o twitter oficial da embaixada americana informou que Chapman não apresenta nenhum sintoma, mas "está tomando as precauções". Além do exame, o embaixador também adotará os protocolos de rastreamento definidos pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, sigla em inglês).

Chapman esteve com o presidente e ministros no último sábado, 4, para um almoço em celebração do Dia da Independência Americana. Nas fotos divulgadas, ninguém usou máscaras de proteção durante o evento.

Em um outro tuíte, a embaixada disse estar em contato com o governo brasileiro e desejou melhoras a Bolsonaro. O resultado do exame para confirmar se o presidente contraiu a covid-19 sairá no início desta tarde.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.