A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Em outubro, produção global de aço sobe 2,4% e brasileira, 4,7%

Mundo produziu 117,56 milhões de toneladas da commodity, enquanto o Brasil fabricou 2,928 milhões

São Paulo - A produção mundial de aço bruto subiu 2,4 por cento em outubro sobre o mesmo mês de 2009, para 117,56 milhões de toneladas. No Brasil, o volume produzido somou 2,928 milhões de toneladas, alta de 4,7 por cento na mesma comparação, informa a Associação Mundial de Aço (WSA) nesta sexta-feira.

No acumulado de janeiro a outubro, a produção nos 66 países acompanhados pela entidade soma 1,165 bilhão de toneladas, crescimento de 17,5 por cento sobre o mesmo período de 2009. A produção brasileira nos 10 meses de 2010 é de 27,81 milhões de toneladas, expansão de 30,9 por cento.

A China produziu no mês passado um volume de 50,304 milhões de toneladas de aço bruto, recuo de 3,8 por cento sobre outubro de 2009. No acumulado, o maior país produtor e consumidor de aço do mundo registra volume de 525,09 milhões de toneladas, 10,7 por cento acima de um ano antes.

Nos Estados Unidos, a produção cresceu 9,6 por cento sobre outubro do ano passado, para 6,6 milhões de toneladas de aço bruto.

Segundo a WSA, a utilização da capacidade produtiva no setor nos 66 países acompanhados "continuou a melhorar, passando de 74,8 por cento em setembro para 75,4 por cento em outubro". Na comparação anual, porém, houve queda de 2,7 pontos percentuais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também