Brasil

Conab faz leilões para a compra de cestas de alimentos para os ianomâmis

Nesta quinta, a operação foi para a aquisição de mais de 55 mil cestas

Agência Brasil
Agência Brasil

Agência de notícias

Publicado em 27 de junho de 2024 às 16h53.

Última atualização em 27 de junho de 2024 às 17h05.

Tudo sobreGoverno Lula
Saiba mais

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) executou nesta quinta-feira, 27, dois leilões eletrônicos para adquirir 55,47 mil cestas de alimentos.

Em nota, a entidade informou que as operações são destinadas ao atendimento de povos indígenas ianomâmi nos estados de Roraima e do Amazonas, “como continuidade das ações de abastecimento regular aos grupos que se encontram em situação de insegurança alimentar e nutricional”.

Os recursos para a operação estão assegurados por plano de trabalho firmado entre a Conab e o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), segundo a nota. "O quantitativo de cestas inicialmente previsto integra uma demanda total de 162.876 cestas para distribuição ao longo de 12 etapas, com o apoio da Fundação Nacional do Índio (Funai).”

O primeiro leilão prevê a aquisição de 30,18 mil unidades, a serem entregues em Boa Vista e, com logística organizada pela Funai, também no Polo Base de Surucucu, na parte roraimense do território ianomâmi. Já no segundo leilão, 25,29 mil unidades devem beneficiar comunidades do Polo Base de Auaris, em Roraima, e do Amazonas. Nas duas operações, segundo a Conab, a previsão é de entregas regulares, realizadas em etapas, até novembro de 2024.

Acompanhe tudo sobre:YanomamisIndígenasDireitos Humanos

Mais de Brasil

Governo de SP entrega 107 obras de infraestrutura turística no 1º semestre e bate recorde

Brasil precisa superar déficit de cidadania, afirma presidente da Politize!

Aos 78 anos, morre o ex-governador do Acre Romildo Magalhães

Morre o jornalista Sérgio Cabral, pai, aos 87 anos

Mais na Exame