Comitê Rio 2016 pede ajuda do governo para pagar dívidas

A dívida de R$ 117 milhões foi obtida na realização da Paralimpíada, realizada duas semanas depois da Olimpíada e com menos patrocinadores

São Paulo - O comitê organizador dos Jogos Rio 2016 pediu ao governo federal e municipal para ajudá-lo a pagar uma dívida de 117 milhões de reais obtida na realização da Paralimpíada, disse nesta terça-feira o diretor de Comunicação do Comitê Rio 2016, Mario Andrada.

Ele afirmou que o pedido, que acontece apesar de repetidas promessas de que os Jogos não iriam precisar de dinheiro público, foi necessário porque os dois governos não deram o financiamento prometido para sediar a Paralimpíada, em setembro.

"Conversamos e dissemos a eles a situação e eles disseram que vão fazer o que puderem", disse Andrada à Reuters.

"A dívida em dezembro era de 132 milhões de reais e reduzimos para 117 milhões até o momento neste ano. Negociamos com fornecedores e estamos conversando com o governo."

A Prefeitura do Rio de Janeiro afirmou que "está analisando os contratos referentes aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016", mas o Ministério do Esporte negou as alegações de Andrada e disse que "cumpriu totalmente todos os compromissos".

"O governo federal não considera a existência de pendência alguma com o Comitê Rio 2016", informou o Ministério do Esporte em comunicado.

Andrada disse que o governo municipal prometeu 150 milhões de reais e pagou somente 30 milhões, enquanto o governo federal prometeu 100 milhões e pagou menos de 60 milhões.

A Paralimpíada aconteceu duas semanas após a Olimpíada, mas não teve tantos patrocinadores e organizadores e teve dificuldades para vender direitos televisivos. Este déficit significa que alguns países enviaram equipes reduzidas ao Rio.

A Rio 2016, os primeiros Jogos Olímpicos realizados na América do Sul, foram considerados um sucesso esportivo, mas assim como a Copa do Mundo, realizada no Brasil dois anos antes, foram amplamente criticados por planejamento fraco e falta de legado.

Várias arenas, incluindo o centro aquático, estão abandonadas.

Andrada disse que os Jogos foram no geral um sucesso e que todos os países desde Sydney-2000 terminaram seus anos olímpicos no vermelho.

"Os Jogos custaram 2,8 bilhões de dólares", disse. "O déficit de 132 milhões de reais é cerca de um por cento. Em porcentagem, é pequeno."

Não há garantia de que os governos municipal e federal irão fazer os pagamentos, uma vez que o país luta contra a sua pior recessão em quase um século.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.